banpara LCI julho 2024


Memória de Santarém: A imagem do populismo

Lúcio Flávio Pinto - 17/09/2021

Comício realizado na década de 1950 na escadaria da Igreja Matriz - Créditos: O Mocorongo

Esta não é apenas uma fotografia de um comício eleitoral em frente à igreja matriz de Santarém (dedicada à padroeira do município, Nossa Senhora da Conceição), o ponto mais importante e nobre da cidade quando aconteceu o fato, na década de 1950, talvez em 1958, na primeira das três campanhas do meu pai (duas pelo PTB e uma pelo então MDB) para a prefeitura.


É também um documento da política populista que então se praticava.


Em torno do orador, estão legítimos representantes da elite local. No alto (à esquerda de quem olha a foto), o ex-prefeito Aderbal Caetano Tapajós Corrêa, irmão do maior adversário de Elias Pinto, o engenheiro Ubaldo Corrêa. O “seu” Babá, porém, era um dos maiores amigos e mais fervorosos correligionários do futuro “Barra Limpa” (de 1966). Pelo meio, o inesquecível Zeca BBC, quem mais sabia das coisas na cidade; e se não
havia nada a saber, ele criava, ora.


Na parte de baixo, Nestor Miléo (de paletó branco) e Laércio Figueiredo, de terno escuro, sempre elegante e com fair-play. Na extremidade esquerda, o futuro vice-prefeito José Maria Matos. Na outra extremidade, meu inesquecível amigo, o compadre Moacir Miranda, dos mais fieis cabos eleitorais do papai.


Visíveis, 17 homens e 13 mulheres. Gente do povo, humilde e pobre, e alguns destacados personagens da história. Numa foto que confisquei do blog O Mocorongo, do Ercio Bemerguy, para matar as saudades e lembrar o que a memória ainda retém.


Elias Pinto, Babá Corrêa, Moacir Miranda, Zeca BBC, Nestor Miléo, Georgete Cavalero, Zé Maria Matos, General Zacarias de Assunção e Padre Manoel Albuquerque. Na metade da foto, à esquerda, de boné, a altiva Georgete Cavalero, sempre pronta a servir e ajudar.

 

LEIA TAMBÈM:

 

Memória de Santarém: Os confederados: um marco no desenvolvimento do município

 

Memória de Santarém: velho Faria ; ex-prefeito Ismael Araújo, Raimundo Pinto; velho Figueira; matriarca dos Pereira

 

Memória de Santarém: Começo da Tecejuta

 

Memória de Santarém: A primeira prefeita

 

Memória de Santarém: 1948

 

Memória de Santarém: Primeiro jato militar 

 

Memória de Santarém: A Miss Brasil entre nós

 

Memória de Santarém: Nas asas da Panair

 

Memória de Santarém - Tecejuta

 

Memória de Santarém: O regresso de Sebastião Tapajós, há 31 anos

 

Memória de Santarém: Cléo Bernardo e Silvio Braga

 

Memória de Santarém - Meu avô Raimundo

 

Memória de Santarém: o direito de ser criança em cidades pequenas

 

Memória de Santarém: Os arigós raptavam crianças? Lenda urbana dos anos 50

 

Memória de Santarém: Documentos históricos de regularização fundiária são restaurados e digitalizados pela prefeitura

 

Memória de Santarém: Pinto e Faria, os legados

 

Memória de Santarém - Nordestinos passam fome em viagem de navio




  • Imprimir
  • E-mail