Alfabetiza junho

MP apura denúncia de que médica não aparece para trabalhar desde 2021 em prefeitura do oeste do Pará

Portal OESTADONET - 29/05/2024

 

 

O Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), apura uma denúncia anônima enviada via Whatsapp institucional, de que uma médica cardiologista, cadastrada como médica atuante na unidade básica de saúde Nadime Alvarenga, no município de Almeirim, no oeste do Pará, desde o ano de 2021, nunca realizou uma consulta a pacientes.

 

Segundo a Promotoria de Justiça de Almeirim, a médica, identificada por este Portal apenas pelas iniciais B.V.P.R., não cumpria sua jornada de trabalho, que seria de 40 horas semanais. A denúncia recebida pelo MP afirma ainda que a profissional também não reside na região e teria consultório no bairro Urumarizal, em Belém.

 

O MP instaurou um inquérito civil nº 06.2024.00000413-1, cuja portaria está publicada na edição desta terça-feira (28), do Diário Oficial do Estado (DOE). 

 

O promotor de Justiça, Vinicius Domingues Maciel, está à frente do procedimento.

 

Conforme apurou o Portal OESTADONET, a médica B.V.P.R., além de não cumprir jornada de trabalho, recebe salário no valor de R$ 8.298,99, além de ser bolsista acadêmica da Universidade Estadual Paulista (Unesp). 

 

“Essa profissional, vem recebendo o salário no valor de R$ 8.298,99, além da mesma ser bolsista acadêmica da universidade como residente, sendo assim se tornando uma funcionária fantasma, município sendo extremamente carente de mão de obra médica, fica sem serviços", diz a denúncia recebida pela Promotoria de Justiça de Almeirim.

 

O MP já notificou a Secretaria de Saúde do Município de Almeirim, na pessoa da secretária municipal de Saúde, Elza Vitorina da Silva, para que seja apresentado o registro de frequência da médica.

 

Também foi notificada a Universidade Estadual Paulista para fornecer os registros de dados como médica residente na instituição.

 

A médica também foi notificada a apresentar, em 15 dias, esclarecimentos sobre as denúncias recebidas pelo MP.




  • Imprimir
  • E-mail