Banpara recupera crédito


Após ter viatura incendiada, nesta madrugada, PM e SEMAS suspendem ações da Operação Curupira, em Castelo dos Sonhos (Br-163)

Portal OESTADONET - 09/04/2024

Viatura da PM incendiada, em Castelo dos Sonhos - Créditos: Portal OESTADONET

O Batalhão de Polícia Ambiental do Pará decidiu suspender a operação integrada coma Secretaria de Estado de Meio Ambiente(SEMAS) que estava sendo realizada em Castelo dos Sonhos, distrito de Altamira(PA), após a Polícia Militar ter um de suas viaturas consumidas pelo fogo, por volta de 03h00 desta terça-feira(9).

 

O véículo estava estacionado em frente à delegacia de polícia do distrito de Castelo dos Sonhos, na Br-163.

 

Uma equipe da SEMAS que se encontrava no interior da delegacia, foi levada em segurança para um hotel por uma equipe do sargendo Alessandro. O local está guarnecido pela PM, sob o comando do sargento Frederico,

 

Segundo o tenente Ubiratan, até o momento nenhum suspeito foi identificado. Equipes da Polícia Civil estão fazendo diligências na área. 

 

Devido ao ocorrido, a polícia ambiental se reuniu com a equipe da SEMAS e foi decidido suspender a 28º etapa da Operação Curupira.

 

Nesta segunda-feira(8), em Belém, na sede do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), que funciona nas dependência da Superintendência da Polícia Rodoviária Federal(PRF), foi realizado o treinamento sobre fiscalização de produtos florestais, contando com a participação do Inspetor Geral da PRF, representante SEGUP, comandante do CPA e comandante do BPA.
 

O nivelamento tem como participantes os policiais militares do Comando de Policiamento Ambiental (CPA), do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA), da Companhia Independente de Policiamento Ambiental (CIPAMB), além da Polícia Civil (PCPA), servidores das Secretarias de Meio Ambiente de municípios paraenses e Policiais Federais (PF).

O objetivo do nivelamento é capacitar os agentes de segurança pública para atuarem com maior precisão e eficiência no combate aos crimes ambientais.

O evento ocorre no contexto da “Operação Integrum”, que atua com base em diligências nas rodovias federais e estradas conexas, de maneira conjunta com os demais órgãos de Segurança Pública do Pará e Secretarias Municipais do Meio Ambiente, visando combater transporte irregular de produtos florestais, coibindo, então, os crimes Ambientais na Amazônia Legal.

 

*Matéria em atualização.




  • Imprimir
  • E-mail