Alfabetiza junho

Após 10 meses, fuga de 24 presos em Santarém gera investigação disciplinar de seis servidores pela corregedoria penitenciária

Portal OESTADONET - 07/12/2023

 

Quase 10 meses após a fuga de 24 presos da Unidade de Custódia e Reinserção de Santarém (UCR), no Complexo Penitenciário de Santarém, no oeste do Pará, a Corregedoria-Geral Penitenciária do Estado do Pará, acatou, parcialmente, o relatório conclusivo da comissão de sindicância que investiga o envolvimento de servidores na fuga dos internos, ocorrida no dia 17 de fevereiro deste ano.

 

Portaria publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), assinada pelo Corregedor-Geral Penitenciário, Renato Nunes Valle, informa que a comissão sindicante, após análise criteriosa dos autos pugnou pela instauração da sindicância administrativa disciplinar contra seis servidores.

 

Segundo a publicação, o relatório conclusivo aponta existência de indícios de materialidade e autoria suficientes para a abertura do ato administrativo disciplinar. Os nomes dos servidores investigados pela Corregedoria não foram divulgados. 

 

A portaria, no entanto, trouxe apenas as iniciais do servidores supostamente envolvidos na fuga de 24 presos: L.F.C.S.; I.M.L.P.; B.L.S.; E.P.S.R.; L.B.C.; e H.T.S. 

 

Os servidores podem responder por prevaricação e improbidade administrativa pela suposta falta de zelo e responsabilidade com o trabalho. 

 

O corregedor determinou que cópia do relatório conclusivo, decisão e portaria desta decisão, sejam enviadas à Diretoria de Gestão de Pessoas (DGP), para registro nos assentamentos funcionais dos servidores.




  • Imprimir
  • E-mail