pms fev 2024 exploração sexual
rec cartão afinidade Banpará fevereiro interno

Suspeito de ter atirado contra equipes do ICMBio e da PF é preso em Itaituba(PA)

Portal OESTADONET, com informações da PF - 01/09/2023

 

Acusado teria tentado impedir operação de desmobilização de garimpos em abril.

 

A Policia Federal cumpriu mandado de prisão contra um homem ligado à mineração ilegal no vale do rioTapajós, em Iattuba, suspeito de ter feito disparos contra uma equipe de fiscalização do ICMBio e da Polícia Federal que se preparava para decolar de helicóptero em operação de repressão a crimes ambientais.

 

De acordo com nota emitida pela Políci Federal,  na tarde de quinta-feira, (31/08) marcou a deflagração da Operação Dever Legal 2, com o cumprimento de um mandado de prisão e um de busca e apreensão em Itaituba/PA. A ação da Polícia Federal visa desvendar um caso de garimpagem ilegal e tentativa de homicídio contra agentes federais e servidores do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

 

A operação partiu do conflito ocorrido em abril de 2023. Na ocasião, PF e ICMBio uniram forças para reprimir garimpo ilegal em Unidades de Conservação federais na região de Itaituba. Porém, enquanto as equipes se preparavam para partir em helicópteros após a desarticulação de um local de extração clandestina de minérios, disparos de armas de fogo foram feitos na direção dos servidores.

 

Os mandados executados ontem têm como alvo um suspeito de ser o mentor da atividade garimpeira ilícita, além de ser apontado como responsável direto pelos ataques a tiros. Contra ele, foi cumprida prisão temporária, autorizada pela Justiça Federal. Na busca, foram apreendidas a provável arma usada no atentado contra os servidores e uma grande quantidade de munições.

 

As investigações apuram crimes de usurpação de patrimônio público, delitos ambientais e a tentativa de homicídio qualificado. As penas somadas podem passar de 30 anos de prisão.

 

A primeira fase da Operação Dever Legal foi deflagrada em 8 de agosto de 2023. Naquela ocasião, foram apreendidas armas e munições, além da prisão de uma pessoa suspeita de ter disparado uma arma de fogo durante outra operação contra garimpo ilegal, quando máquinas utilizadas na extração ilegal estavam sendo inutilizadas.




  • Imprimir
  • E-mail