pms fev 2024 exploração sexual
rec cartão afinidade Banpará fevereiro interno

Ministros e Lula prometem curso de medicina na UFOPA; reitora defende resgate de dívida histórica com a Amazônia

Portal OESTADONET - 07/08/2023

Reitora da UFOPA, Aldenize Xavier, fala em evento com a presença do presidente Lula e ministros da educação e saúde - Créditos: Portal OESTADONET

A implantação do curso de medicina na Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) é uma demanda antiga e que vem ganhando força junto aos Ministérios da Educação e Saúde. Nesta segunda-feira (7), durante a solenidade de inauguração da Infovia na Ufopa, as falas dos ministros Camilo Santana e Nizia Trindade alimentaram ainda mais o sonho do no universo acadêmico da instituição. Ambos disseram que a proposta será avaliada, mas que haverá um esforço conjunto para trazer o curso de medicina para a UFOPA.

 

O próprio presidente Lula também diz que o sonho é implantar o curso de medicina e fortalecer ainda mais o serviço médico ofertado à população da região.

 

Com infovia inaugurada por Lula, internet chegará a escolas, hospitais e órgãos públicos; preço da banda larga deve baixar

 

A bordo do Abaré, Lula se emociona com depoimento de paciente atendida pelo sistema de telesaúde

 

A professora Aldenize Ruela Xavier durante discurso, afirmou que a Amazônia Legal  precisa de mais recursos e apoio do governo federal para investir em pesquisas e ajudar a melhorar a qualidade de vida das populações tradicionais. A reitora da UFOPA lembrou que na Amazônia existem 14 universidades federais e que, recursos para pesquisas científicas precisam vir para as instituições de ensino superior da região." A Amazônica não vai se contentar com discriminação e aqui tem saber, conhecimento, pesquisa". 
 

Desde o início do ano, a reitora Aldenize Xavier tem reunido com a bancada paraense e feito lobby no Congresso para trazer para Santarém, no oeste do Pará, a graduação em medicina pela universidade federal. 

 

Como argumento, a reitora e o corpo docente justificam que a universidade está presente em todos os municípios do oeste paraense e conta com mais de 8 mil alunos e graduação. Com o novo curso, passaria atender a um público de 14 mil estudantes nos cursos de nível superior. 

 

Tanto a ministra da Saúde, Nizia Trindade, quanto o ministro da Educação, Camilo Santana, assumiram o compromisso público de trabalhar pela implantação do curso. 

 

Após conhecer a estrutura do Barco Hospital Abaré, a ministra Nizia Trindade disse que vê viabilidade na implantação do curso de medicina na Ufopa. 

 

O ministro da Educação, Camilo Santana, por sua vez, afirmou que irá trabalhar “fortemente para trazer o curso de medicina para a Ufopa".

 

Na ocasião, o ministro elogiou o governador Helder Barbalho pela adesão de mais de 100 municípios paraenses ao Programa Brasil Alfabetizado. 

 

A reitora da UFOPA citou como exemplo duas iniciativas desenvolvidas pela UFOPA cujo setor de pesquisa ganhará impulso se a Amazônia estiver inserida com prioridade do governo federal.

 

Um é o clone de mandiocas que são feitos em laboratórios e entregues aos produtores, que plantam e isso aumenta a produção, além de baratear o preço final da farinha de mandioca aos consumidores.

 

Ela também citou o laboratório que desenvolveu um tradutor da língua Wai Wai para o português para que as pessoas possam ter conhecimento da língua. A reitora defende que as pessoas aprendam o idioma indígena a exemplo das outras línguas.

 




  • Imprimir
  • E-mail