pms fev 2024 exploração sexual


Hospital Regional do Tapajós registra mais de 200 partos de alta complexidade, em Itaituba

Agência Pará - 27/07/2023

Pais e filhos com equipe do HRT - Créditos: Divulgação

Do dia 1° janeiro a 30 de junho de 2023, o centro cirúrgico do Hospital Regional do Tapajós (HRT) em Itaituba, sudoeste do Pará, foi responsável pela realização de 222 partos de alta complexidade. A unidade recebe, diariamente, gestantes dos seis municípios que integram a região: Aveiro, Jacareacanga, Novo Progresso, Rurópolis, Trairão e Itaituba.

 

Daniele Cristina é um exemplo, entre dezenas de usuárias, assistidas neste semestre no HRT. Ela teve um descolamento de placenta ao completar 36 semanas de gestação, e precisou antecipar a doce espera pela filha Nicole. Ao dar entrada na instituição, a mãe foi para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Regional.

 

Ao precisar fazer uma transfusão de sangue, devido a gravidade no quadro de saúde, uma corrente solidária foi formada pelo HRT, local, em que Daniele atua como controladora de acesso. No total, 28 bolsas de sangue foram coletadas em favor de Daniele Cristina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"Foi uma experiência difícil, mas também transformadora. Pude sentir na pele a importância do trabalho feito com amor e cuidado. Fui muito bem tratada pela equipe da UTI adulto e todo acolhimento e humanização foram necessárias para minha recuperação, a mobilização para a transfusão de sangue salvou minha vida", afirmou.

 

Diagnóstico

 

Daniele teve um descolamento de placenta, que pode ser caracterizado como o desprendimento prematuro da superfície do órgão com o útero materno. O problema é grave e geralmente acontece por volta da 20ª semana de gestação, que corresponde ao 5º mês, segundo trimestre de gravidez.

 

O enfermeiro da UTI Kenedy Figueira, explica que a humanização foi essencial para a recuperação de Daniele, principalmente por ser uma paciente puérpera.

 

"Nós estávamos felizes com o nascimento da Nicole e preocupados com a situação da Daniele, sabíamos que o acolhimento e humanização de toda equipe ajudaria no processo de recuperação não só física, mas principalmente a psicológica para que logo ela pudesse estar com a filha nos braços", disse.

 

Superação

 

Totalmente recuperada, Daniele voltou ao hospital para agradecer os cuidados da equipe. Os elogios foram registrados no setor de Serviço de Atenção ao Usuário (SAU) do Regional do Tapajós que acolhe as manifestações dos usuários.

 

Partos

 

O diretor geral do HRT, Matheus Coutinho, garante que a unidade além de prestar um papel de saúde, também cumpre uma missão social. "Nos últimos meses, nossa equipe de obstetrícia trabalhou incansavelmente para garantir que as futuras mamães e seus bebês recebessem o melhor atendimento possível. O resultado desse esforço foi termos mães e famílias satisfeitas com nossa missão que é cuidar de vidas", finalizou.

 

O Regional do Tapajós pertence ao governo do Pará, e tem gestão do Instituto Social Mais Saúde (ISMS). Este ano, a unidade realizou também 22.556 consultas e 5.168 internações.

 

O hospital tem 153 leitos de internações, sendo 81 clínicos cirúrgicos, 19 clínicos médicos, 20 UTI Adulto, 10 UTI Pediátrica, 10 UTI Neonatal, 08 Ginecológicos e Obstétricos e 05 leitos UCI Canguru.

 

Texto da Ascom HRT




  • Imprimir
  • E-mail