Alfabetiza junho

Analfabetismo na Amazônia

Lúcio Flávio Pinto - 23/06/2019

A  taxa de analfabetismo na Amazônia diminuiu de 14,5% para 13,9% entre 2017 e o ano passado, com uma queda de 0,6 ponto percentual. Mesmo assim, continuou muito abaixo da meta do Plano Nacional de Educação, que queria a taxa de 6,5% em todo país, segundo dados divulgados ontem pelo IBGE. Na outra região pobre do Brasil, a proporção de pessoas com 15 anos ou mais que não sabia ler ou escrever em 2018 era de 8%, o mesmo percentual de 2017.

 

A região Sudeste apresentou a menor taxa, de 3,47%, seguida pelo Sul, com 3,63%. No Centro-Oeste, o percentual era de 5,4%. No Brasil, esse índice foi de 6,8%, quase o mesmo de 2017, de 6,9%, o que correspondia a 11,3 milhões de analfabetos.




  • Imprimir
  • E-mail