Camarão no pão
Cartas na mesa

Durante troca de comando, Capitania Fluvial ressalta segurança na navegação e ações da Marinha que envolveram mais de 30 mil estudantes

Weldon Luciano - 16/05/2019

Capitão Ferreira passou o comando da Capitania Fluvial de Santarém ao capitão Benincasa -

A Capitania Fluvial de Santarém realizou a troca de comando nesta quinta-feira, 16 de maio. Após 1 ano e 4 meses desempenhando a função, o Capitão de Fragatas Robson Ferreira transmitiu o cargo ao Capitão Fábio Luiz Benincasa. A cerimônia contou com a presença do comandante do 4º Distrito Naval Vice-Almirante Newton de Almeida Costa Neto, militares e de representantes do poder público municipal.

 

“Foi um período intenso e gratificante, de cunho social e preventivo. Procuramos sempre orientar e conscientizar porque acreditávamos que essa seria a melhor forma de prevenir acidentes e vítimas fatais”, disse Róbson Ferreira.  

 

Além do cumprimento das normas marítimas, o comandante destacou o trabalho intenso de combate a cultura do risco, promovendo a conscientização do uso dos equipamentos de segurança na navegação que ajudam na redução do número de acidentes. Foram mais de 30 mil crianças atingidas pelas ações.

 

“Um ponto forte que destaco foi nosso projeto junto as escolas, ou seja, fomos buscar nas crianças a conscientização do uso do colete. Realizamos este projeto em parceria com a secretaria de educação e a prefeitura e alcançamos mais 15 mil delas só em Santarém, 30 mil em toda a região. Elas serão agentes multiplicadoras e nos ajudarão a levar a mensagem da importância da segurança para muitas outras pessoas”.

 

O Capitão de Fragatas retorna ao Rio de Janeiro, onde deve desempenhar suas funções no 1º Distrito Naval. Em sua despedida, agradeceu o apoio recebido de todos, principalmente da imprensa“Fico feliz pelas amizades que fiz aqui. Fui agraciado com o título de cidadão santareno, abracei a causa porque o oeste do Pará é maravilhoso e tem um potencial imenso. Agradeço também o apoio da imprensa que sempre esteve presente e que ajudou muito nessa missão. Minha gratidão à todos!”, conclui Robson.

 

A partir de agora, a capitania segue ao comando do Capitão de Fragatas Fábio Luiz Benincasa, que está na Matinha há mais de 20 anos. “Assumimos hoje na pretensão de dar continuidade aos projetos desenvolvidos, sempre em prol da segurança da navegação, a salva guarda da vida humana e a prevenção da poluição ao meio ambiente proveniente das embarcações”.

 

Entre as inúmeras ações, o capitão destacou a necessidade de manter as de cunho preventivo e de fiscalização nos rios junto à população, além de fortalecer a formação de novos Aquaviários. “Vamos continuar as vistorias, implementar os cursos de formação aos Aquaviários e tentar manter esse trabalho de prevenção a acidentes nos rios da região,  seguindo as normas e salvando vidas”. 


  • Imprimir
  • E-mail