Camarão no pão
Cartas na mesa

Estrangeiros em Santarém: Não obrigatoriedade de visto de permanência dificulta identificação

Weldon Luciano - 09/05/2019

Créditos: Imagem ilustrativa

A circulação intensa de estrangeiros em Santarém chama atenção e muitas vezes a presença deles não está diretamente ligada ao turismo. Por sua localização estratégica entre os grandes centros como Manaus e Belém, a cidade acaba sendo rota de diversos ciclos migratórios que pelo Brasil. Muitos estão só de passagem, mas grande parte se estabelece por aqui. A não obrigatoriedade de visto em alguns casos favorece a falta de controle do fluxo. As autoridades de fato não sabem quanto eles são e nem o que realmente estão fazendo.  

 

O caso mais conhecido são dos indígenas venezuelanos. O número em Santarém saltou de 23, no primeiro fluxo migratório, para 230, que atualmente residem na cidade, resultando em um aumento de 10 vezes entre setembro de 2017 e abril de 2019. Porém, é possível encontrar outras nacionalidades presentes, a maioria da América do Sul, com grande concentração de colombianos e peruanos. De acordo com o que apurou a reportagem, existem colombianos que atuam em transações ilegais na praça da Matriz e no Porto dos Milagres. Os peruanos atuam na venda de mercadorias junto aos camelôs no centro comercial.

 

Um dos poucos órgãos que tem registros sobre essa movimentação é o Centro Pop, local que atua no acolhimento de pessoas em situação de rua. De acordo com o relatório, entre 2014 e 2019, foi registrado o acolhimento de 122 pessoas de 13 nacionalidades. Foram: 63 da Venezuela, 21 da Colômbia, 13 do Chile, 10 da Argentina, 4 do Uruguai, 2 do Equador, 2 da Alemanha, 2 do Peru, 1 do Haiti, 1 de Portugal, 1 do Canadá e 1 da Bolívia.

 

Visto no Brasil

 

A maioria dos países não precisa de visto para entrar no Brasil. Para algumas nacionalidades é emitida uma autorização para ficar no país por um período determinado, definido de acordo com o motivo da viagem. As nações que não necessitam de visto brasileiro têm acordos com o Ministério das Relações Exteriores. Aos estrangeiros que precisam de visto brasileiro são emitidas autorizações para viagens diplomáticas, turismo, negócios, participação em eventos desportivos e artísticos e conferências internacionais.



Para solicitar o visto brasileiro é necessário preencher o “Formulário de Pedido de Visto” em qualquer consulado brasileiro e pagar uma taxa, que varia de acordo com o tipo de visto solicitado. Segundo a Policia Federal, no caso de países signatários do Mercado Comum do Sul (Mercosul) não há a obrigatoriedade de visto para permanecer no país. Alguns países tem acordos pra entrar sem visto, mas precisam passar na sede da PF com passaporte e demais documentos de identificação pra dar entrada e permanecer.


  • Imprimir
  • E-mail