Dengue
Vox interno
churrascaria interno

Escolas municipais de Santarém: Mais de 150 casos de gravidez na adolescência foram registrados no ano passado

Weldon Luciano - 08/03/2019

Edna Gadelha, da Divisa/Semsa -

O alto índice de casos durante a adolescência levou o Programa Saúde na Escola (PSE) a incluir a gravidez entre os temas prioritários a serem debatidos nas escolas do município de Santarém, no oeste do Para.  Segundo um levantamento da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em 2018, foram registrados 152 casos de gravidez.

 

Esses dados foram apresentados nesta sexta-feira(8) durante encontro do Forum Municipal do PSE, realizado no auditório da UEPA, pela técnica da Divisa, Edna Gadelha, 

 

Realizado em Santarém desde 2011, o Programa Saúde na Escola já realizou mais de 70 ações nas escolas da rede municipal, visando a integração e articulação permanente da educação e da saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida da população. Ele vem sendo consolidado dentro das escolas por meio da elaboração de metodologias a serem executadas como projetos didáticos, através da discussão de assuntos relevantes para o desenvolvimento dos estudantes.

 

“As ações são realizadas de forma integrada entre as secretarias de saúde e de educação. Trabalhamos mais a questão da prevenção. Este ano, além das ações já realizadas, teremos a inclusão de mais tema, que é a gravidez na adolescência. Os agentes de saúde vão para dentro da escola trabalhar junto com os professores essas questões. Dengue, Zika, uso de álcool e drogas, direitos sexuais e reprodutivos também fazem parte dos temas a serem abordados ao longo do ano”, ressaltou Graça Almeida coordenadora do Programa de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa.


  • Imprimir
  • E-mail