Violência interno
Pro refis

Seis pessoas são presas em Santarém por tráfico de drogas

Weldon Luciano - 30/11/2018

A Polícia Civil do Pará deflagrou a Operação Hades II, nesta sexta-feira, 30 de novembro, em Belém e no interior do Pará. Estão sendo cumpridos mandados referentes a tráfico de drogas em 13 regiões do Estado e mais de 100 municípios. Foram 92 mandados judiciais, com a prisão de 54 pessoas, sendo 45 homens e 09 mulheres. Houve ainda a apreensão de drogas, armas de fogo, celulares e balanças de precisão. Ao todo, 45 policiais civis e militares estão em atuação no oeste do estado. Em Santarém, são 10 mandatos de busca e apreensão, onde foram feitas cinco prisões em flagrante.

 

Entre presos e pessoas investigadas, ao todo, 15 foram levadas para a 16ª Seccional de polícia. Joelma Ferreira Amaral, Pedro Henrique Cardoso, Natanael Marques Almeida, Jeissiane Taise dos Santos, Ewerton Barros e Fagner Adlan Gomes. Foram efetuadas também prisões em Alenquer, Monte Alegre e Oriximiná.

 

“É uma grande operação deflagrada em todo o estado do Pará. Estamos fazendo essa operação em 11 municípios e que ainda está ocorrendo. Temos equipes que ainda estão em campo e pode ser que tenhamos outras prisões até o fim do dia”, diz o delegado Nelson Silva da Policia Civil em Santarém.

 

De acordo com o delegado, as investigações apontam que os criminosos presos em todos esses municípios possuem algum tipo de ligação, de atividades desenvolvidas em conjunto. Esse combate ao tráfico também acaba sendo uma forma de coibir outros tipos de delito. “Um liga ao outro. Aquele indivíduo que trafica, acaba abastecendo outro traficante em outro município, mandando droga. E a troca de informações entre as polícias das cidades da região proporcionou essa operação. Sabemos que 70% dos crimes hoje tem alguma ligação com o tráfico de drogas e a operação é um exemplo desse combate ao tráfico

 

Prisões em Oriximiná

 

Por ocasião da operação, a polícia civil de Oriximiná em parceria com o Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) e da delegacia de Óbidos, deu cumprimento a oito mandados de prisão preventiva. Railma Vieira da Silva, Aurison Barbosa Fernandes, Erinaldo Barreto Miranda, Edinaldo Barreto Miranda, Elizeu Gomes da Silva, Wendel da Silva Gemaque, Matheus de Oliveira Barbosa e Bruno Santos Sobral, todos com envolvimento com o tráfico de drogas. Os mandados são fruto das investigações de três inquéritos. 


  • Imprimir
  • E-mail