Violência interno
Pro refis

II Semana de Combate aos Agrotóxicos é realizada no Baixo Amazonas

Lila Bemerguy, do MPPA - 26/11/2018

Promotoras de Justiça Ione Nakamura e Lilian Braga, e integrantes do Fórum, na abertura oficial. Foto: Lila Bemerguy/Divulgação -

A II Semana de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos na região do Baixo Amazonas teve abertura oficial nesta segunda-feira (26), no auditório do Campus Tapajós da Universidade Federal Oeste do Pará (Ufopa), em Santarém. O evento é organizado pelo Fórum Regional de Combate aos Impactos Causados pelos Agrotóxicos. A programação segue até a sexta-feira (30), com palestras e debates sobre temas voltados para a saúde humana e o aspecto ambiental, todos relacionados aos danos causados pelos agrotóxicos.

O Fórum atualmente é coordenado pelo Ministério Público, por meio das promotoras de justiça de Santarém, Ione Nakamura e Lilian Braga. “Essa é a segunda semana de esclarecimento para a população. O agrotóxico é permitido pela legislação, mas o uso é controlado, porque gera muitos impactos negativos. É sobre esses impactos que vamos falar, e quais alternativas nós temos”, explicou Nakamura na abertura do evento.

Após a abertura foi promovida a capacitação de profissionais de saúde e apresentação do Manual de Vigilância e Atenção em Saúde às populações expostas a agrotóxicos, pela técnica da Sespa, Roberta Souza, que integra o Programa de Vigilância em Saúde de Populações Expostas à Agrotóxicos (VSPEA).

palestra_mojui.jpg

Agricultores, agentes de saúde e pessoas da comunidade na abertura da Semana, em Mojuí  

Agentes de Saúde e servidores da Vigilância Sanitária de Óbidos, Trairão, Itaituba, Jacareacanga, Oriximiná, Belterra, Mojuí dos Campos e Santarém receberam capacitação e uma cartilha do Ministério da Saúde, que detalha como o profissional deve agir na prevenção, e o que fazer em casos de intoxicação, que deve ser obrigatoriamente notificada.

A partir das 14h, ainda no auditório da Ufopa, foi ministrada palestra sobre a Política Nacional de Redução de Agrotóxicos (PNARA), pelo pesquisador Geraldo Mosimann. Outra palestra do dia ocorreu pela manhã na sede do STTR de Mojuí dos Campos, pelo professor Carlos Passos, da Universidade de Brasília (UnB), que falou sobre os impactos dos agrotóxicos na saúde humana e ambiental. Após, a secretária do Fórum, Gracivane Moura, fez um histórico das ações já realizadas.

Nesta segunda edição da Semana, Alenquer também será sede dos eventos, para possibilitar a participação dos moradores e comunidades dos municípios da Calha Norte. O seminário em Alenquer será no dia 28 de novembro, no ginásio poliesportivo Otávio Proença de Morais, com palestrantes da Universidade Federal Oeste do Pará (Ufopa), Universidade de Brasília (UNB), Emater e Adepará.

A programação segue no dia 29, em Santarém, com debate na sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR), sobre a certificação de produtos artesanais pela Agência de Defesa Agropecuária do Pará  (Adepará), e encerra no dia 30, com a realização da feira de produtos orgânicos, no prédio do Fórum de Justiça de Santarém.

A Semana tem apoio da Ufopa, Ministério Público (MPPA), Fase Amazônia, Emater, STTRs (Santarém, Mojuí e Alenquer), Odyssea, secretarias municipais de Agricultura e de Saúde de Alenquer, Embrapa, Pastoral Social da Diocese de Santarém e clínica Oncológica do Brasil.

Texto e fotos: Lila Bemerguy


  • Imprimir
  • E-mail