Violência interno
Pro refis

Prédios de alto padrão devem ajudar construção civil de Santarém a sair da crise, estima sindicato.

Weldon Luciano - 20/11/2018

Prédios de alto padrão aquecem mercado de trabalho na construção civil, atesta sindicato da categoria -

Pelo menos 12 projetos de prédios alto padrão estão em andamento em Santarém e devem ser entregues entre 2020 e 2022. Esse é um levantamento feito pelo Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil, levando em conta aqueles que estão com a obra em andamento ou que ainda estejam na planta. O sindicato aponta também a necessidade de utilização de uma grande quantidade de mão de obra para a execução, auxiliando o setor que vem enfrentando uma redução nos postos de trabalho. Entre 400 a 600 trabalhadores devem ser empregados.

“Cada obra desta pode ter em torno de 40 a 50 funcionários empregados diretamente com a obra, sem contar aqueles que atuam na administração ou outras funções que estão relacionados ao projeto. Então devem ser mais de 400 funcionários empregados o que diminui o número de pessoas do setor sem atividade”, diz José Maria Viana, presidente do Sindicato.



Queda de 30% entre 2017 e 2018



O setor da construção civil viveu bons momentos até 2017. Segundo o sindicato, de lá para cá houve uma queda de aproximadamente 30% nos postos de trabalho. Muitas obras que estavam em andamento foram interrompidas e muitos trabalhadores ficaram sem atividades. Para se ter uma ideia, no mês de setembro deste ano, o Cadastro de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho apontou que 22 vagas deixarem de existir, sendo 48 admissões e 70 demissões, um dos setores que mais retraiu na cidade durante o período.

O sindicato acredita que a conclusão destes projetos deve impulsionar o mercado, assim como a retomada ou execução de novos projetos seja no setor público ou privado. “Foi uma grande queda e com muitas obras que estão paradas e isso significa que tem trabalhador sem emprego. O andamento ou retomada destes projetos traz a esperança de poder obter índices melhores de empregos. O anúncio também de grandes obras governamentais, como a construção do viaduto e prolongamento da Avenida Moaçara com a Avenida Cuiabá também deve mobilizar muita mão de obra”, conclui José Maria.


  • Imprimir
  • E-mail