Violência interno
Pro refis

PF desarticula associação que atua com contrabando de cigarros no interior do Pará

DOL - 31/10/2018

Foto: Divulgação/PF -

A Operação Alcatrão, da Polícia Federal (PF) realiza cumprimentos de mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva nas cidades de Altamira e Vitória do Xingu, ambos no sudoeste paraense. Os trabalhos, iniciados na manhã desta quarta-feira (31), combatem o contrabando de cigarros.

Segundo a PF, a operação objetiva desarticular uma associação criminosa responsável pela aquisição e distribuição dos cigarros contrabandeados.

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara de Justiça Federal de Altamira.

 



Ainda não há informações sobre nome dos presos.

CRIME

Os cigarros contrabandeados têm origem do Paraguai e, ao chegarem em Goiânia/GO, recebem nova distribuição, ocasião em que são fornecidos a contrabandistas locais do interior do Pará. Já nestas cidades, policiais civis juntavam-se com contrabandistas locais para apreender ilegalmente carregamentos de cigarros de contrabandistas concorrentes, exigindo vantagem indevida para a não lavratura da prisão em flagrante.

Estima-se que o grupo criminoso movimentava mensalmente cerca de R$ 250 mil na atividade criminosa, valor equivalente a 250 caixas de cigarros contrabandeados.

PENA

Os investigados responderão pelos crimes de associação criminosa, contrabando e concussão, no teor dos artigos 288, 334-A, e 316, respectivamente, do Código Penal Brasileiro, e as penas podem chegar até 8 anos de prisão.

(Com informações da Polícia Federal)

 


  • Imprimir
  • E-mail