Violência interno
Pro refis

Ministério Público e Conselho Municipal de Saúde farão ato nas obras inacabadas do hospital materno infantil de Santarém

Weldon Luciano - 10/09/2018

Representantes do Ministério Público do Pará (MPPA), do Conselho Municipal de Saúde e da sociedade civil organizada de Santarém oeste do Pará, devem protestar para chamar atenção das autoridades para as obras inacabadas do hospital materno infantil. As futuras instalações devem receber um “abraço”, na quinta-feira, dia 20 de setembro e a população em geral está convidada.

Segundo Gracivane Moura, presidente do Conselho de Saúde, o ato que deveria ocorrer nesta segunda-feira, 10 de setembro, foi transferida para o dia 20. O objetivo é chamar atenção das autoridades para que viabilizem a conclusão das obras do hospital que estão paradas desde 2015. Caso estivesse em funcionamento, o hospital seria responsável por atender diversas demandas do setor neonatal do município e da região.  

“Estamos perdendo vidas por conta disso. São crianças e mães que correm risco de morte sem ter atendimento adequado. Nossos hospitais atuais não conseguem suprir essa demanda. Precisamos que ele seja entregue a população o mais rápido possível”, diz Gracivane.

O ato faz parte de uma série de ações que o Ministério Público, Conselho Municipal de Saúde, Universidade Federal do Oeste do Pará e demais entidades ligadas ao setor da saúde, realizam para trabalhar a prevenção e o combate a violência obstétrica, além de garantir melhorias para o setor neonatal. Todos os anos são registrados diversos tipos de ocorrências relacionados a precariedade no atendimento, erros médicos e violência obstétrica.  


  • Imprimir
  • E-mail