Doe Sangue
Não a Violencia
Educação

Peixoto de Azevedo, maior produtor de ouro de origem garimpeira do Mato Grosso, debate sondagem na mineração

Conexão Mineral - 10/07/2018

Amostra de veio de quartzo contendo aglomerados de ouro livre -

O Serviço Geológico do Brasil (CPRM) promoverá nos dias 19 e 20 de julho, em Peixoto de Azevedo, no Mato Grosso, o 4º Seminário das Províncias Metalogenéticas Brasileiras - Província Aurífera Juruena - Teles Pires. Serão 19 palestras técnicas e uma saída de campo para conhecer testemunhos de sondagens de alguns projetos em execução por empresas de mineração. O município escolhido para receber o evento alcançou a produção de ouro de origem legal de 5,4 toneladas em 2016 (fonte STN), representando mais de 60% da produção de ouro de origem garimpeira do Estado de Mato Grosso.


O evento terá a presença de pelo menos 12 empresas de mineração que já atuam na região, além de universidades e consultores. Na oportunidade, serão apresentados os dados geológicos resultantes da investigação em andamento pela CPRM, que contribuirão para a reavaliação do potencial metalogenético da região.Serão apresentados os resultados da cartografia geológica de 9 mil km² no setor Nordeste do Mato Grosso em escala 1:100 000, 3 folhas em escala 1:50 000 da região de Aripuanã, além do mapa de integração geofísico-geológica de 16 folhas (1:100.000)

Com apoio da Cooperativa dos Garimpeiros do Vale do Rio Peixoto (Coogavepe) e da Companhia de Mineração do Estado de Mato Grosso (Metamat), o evento tem inscrições gratuitas e vai abordar questões da geologia regional, tectônica, mineralizações, processos e gênese dos depósitos de ouro e metais-base, seus avanços, desafios e sugestões de trabalhos futuros.

De acordo com o geólogo e superintendente da CPRM em Goiânia, Gilmar Rizzotto, a região Norte de Mato Grosso foi e continua sendo importante produtora de Ouro e com perspectivas de início da produção de chumbo e zinco em Aripuanã. “A CPRM está apresentando produtos em uma região em que novas descobertas de alvos ricos em cobre e ouro elevaram o potencial mineral e a retomada de novos investimentos no setor mineral”, destacou.

A Província Aurífera Juruena - Teles Pires que engloba os estados do Mato Grosso, Amazonas e parte sul do Pará está inserida no contexto de dois compartilhamentos tectônicos: Província Rondônia-Juruena e Província Tapajós-Parima (Domínio Peixoto de Azevedo).

O evento será realizado no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil localizado na rua Pedro Alvares Cabral, nº 58, Centro, Peixoto de Azevedo.

Programa - 19/07

8h30- Abertura do evento

Representantes da CPRM, METAMAT, COOGAVEPE

PROVÍNCIA RONDÔNIA-JURUENA

9h- Palestra:  A pesquisa geológica e os recursos minerais na CPRM: o papel do Estado no fomento à indústria mineral" - Marcelo Almeida - Chefe Departamento de Recursos Minerais –CPRM/RJ

9h30- Palestra: O Magmatismo Intraplaca Estateriano na Província Rondônia – Juruena – Gilmar José Rizzotto – CPRM (Sureg-GO)

10h- Palestra: O Potencial Mineral da Porção Leste da Província Aurífera Juruena-Teles Pires – Francisco Rios - CPRM (Sureg-GO)

10h30-  Coffe break

11h- Palestra: Geologia e Estilos de Mineralização no distrito de Apiacás- Província Aurífera Alta Floresta – Prof. Jayme Leite – UFMT

11h30- Palestra: Mineralizações magmáticas – hidrotermais de ouro e metais de base na região centro-norte da província Juruena – Teles Pires e implicações tectônicas – Marcelo Galé/USP

12h- Espaço para perguntas

12h ás 14h- Intervalo para almoço

14h- Palestra: Geologia do Grupo Roosevelt – Fernando Diener - CPRM (Sureg-GO)

14h30- Palestra: Análise estrutural nos arredores do Depósito do Expedito, Aripuanã-MT – Gil Barreto- CPRM (Sureg-GO)

15H- Palestra: Zona de Cisalhamento Canamã e o Lineamento Arinos-Aripuanã- Prof. Amarildo Ruiz – UFMT

15H30- Palestra: Aspectos geológicos e guias prospectivos do ouro Eldorado do Juma, SE do Amazonas – Luis Goulart- CPRM (Sureg-MA)

DOMÍNIO PEIXOTO DE AZEVÊDO (PROVÍNCIA TAPAJÓS-PARIMA)

16h- Palestra: Geologia e Evolução Crustal das Rochas do Domínio Peixoto de Azevedo, Sul do Cráton Amazônico – Cleber Alves - CPRM (Sureg-GO)

16h30- Coffee break

17h- Palestra: Controle estrutural dos depósitos de ouro do setor leste da Província Aurífera de Alta Floresta: sobreposição de processos – Maria José Mesquita (UNICAMP

17h30- Palestra: As venulações relacionadas aos processos de alteração hidrotermal do depósito de Ouro do Paraiba – DiogenesVial - PA GOLD Mineração e Metalurgia Ltda

18h: Espaço para perguntas

Programa - 20/07

8h- Palestra: Vetorização mineral a partir de tecnologias espectrais: estudo de caso do depósito de Au-Cu Paraíba (MT) – Diego Fernando Ducart – UNICAMP

08h30- Palestra: Deposit models for gold and base metals in the Alta Floresta Belt: just keep na open mind! – EugênioEspada- EEX GeoConsulting - Mineral Exploration Geology

9h- Palestra: “Novas entidades tectônicas e suas implicações: exemplos brasileiros de orógenointracratônico e de metacráton” – João Orestes Santos- GeoAmazon PTY Ltda

9h30- Palestra: Geocronologia doe Arcabouço Geológico do Depósito de Ouro da Faz. Figueira Branca, Sudeste da PAAF  - Max Junior - UFMT

10h- Coffee break e sessão poster

10h30- Palestra: Sistemas auríferos magmático-hidrotermais paleoproterozoicos da Província de Alta Floresta: modelos descritivos e geocronologia em minerais hidrotermais".Prof. Rafael Assis - USP

11h- Palestra: “Empecilhos” ao Desenvolvimento da Mineração na Província Aurífera de Alta Floresta – Francisco Pinho/GEOMIN

11h30- Palestra: Implementando sustentabilidade na mineração garimpeira e de pequena escala: o caso do distrito de ouro de Peixoto de Azevedo – Maria José Maluf de Mesquita – UNICAMP-Universidade CARDIFF

11h30- Palestra: Agência para o Desenvolvimento Tecnológico da Indústria Mineral Brasileira (ADIMB): perspectivas para o biênio 2018-2019 - Roberto Xavier-UNICAMP/ADIMB

12h- Espaço para perguntas

12h30 ás 14h- Intervalo para almoço

14h- Mesa Redonda

Mediadores:

Convidados:

Abertura: Palestra “Agência para o Desenvolvimento Tecnológico da Indústria Mineral Brasileira (ADIMB): perspectivas para o biênio 2018-2019” - Roberto Xavier-UNICAMP/ADIMB

16h- Coffee Break e sessão poster

16h30- Fechamento

19h- Solenidade de encerramento

Programa - 21/07 - Visita de campo

Manhã- Visita a casa da PA Gold em Peixoto para visita aos testemunhos de sondagem de alguns projetos na região, com acompanhamento dos geólogos das empresas

-Filão do Paraiba (PA Gold)

-Filão da Porteira (Gaucinho e BNM)

-Filão do Ênio (União do Norte) (BNM e Mata Nativa)

-Alvo Pé Quente (Gabren)

Tarde- Visita técnica


  • Imprimir
  • E-mail