Violência interno
Pro refis

Mais de 1.300 estudantes podem perder a vaga na UFOPA

Portal OESTADONET, com informações da UFOPA - 09/07/2018

Campus Amazônia da UFOPA, em Santarém -

Mais de 1.300 alunos da Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA) estão ameaçados de perder suas vagas. Uma instrução normativa assinada pela pro-reitora de Ensino de Graduação, professora Solange Ximenes, estabelece normas para instauração de processo de perda do vínculo institucional de discentes da Ufopa que estejam na iminência de prescrição das vagas nos cursos da Graduação.

A Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (Proen) está convocando os discentes em situação de prescrição acadêmica a comparecerem no período de 9 a 24 de julho de 2018, das 8 às 12 horas e das 14 às 17 horas, nos campi de Santarém, Óbidos, Oriximiná e Juruti, para tomar conhecimento dos termos do Processo de Prescrição de Vínculo Institucional.

Estão disciplinados, através da instrução, os procedimentos a serem adotados para prescrição, ou prorrogação de tempo de permanência, dos discentes ativos dos cursos de graduação, que ultrapassaram o tempo máximo para a conclusão do seu curso ou ultrapassaram o limite de trancamentos permitidos, ou reprovaram por frequência em todos os componentes curriculares ofertados no primeiro período do curso.

São 1.314 estudantes do campus de Santarém, um do campus de Juruti, quatro do campus de Óbidos e dezesseis do campus de Oriximiná em situação de prescrição acadêmica.

Perderá o direito à vaga na Ufopa, o discente que não atender à convocação no prazo estipulado; receber parecer desfavorável ao pedido de permanência no Curso e não cumprir o prazo estipulado no Termo de Compromisso firmado com a Subunidade.


  • Imprimir
  • E-mail