Alfabetiza junho

Polícia Civil proíbe venda de bebidas alcoólicas e festas em Monte Alegre(PA) por causa de eleição neste domingo

PORTAL OESTADONET - 07/06/2024

 

A Delegacia Geral da Polícia Civil expediu uma portaria proibindo a venda de bebida alcóolica e o funcionamento de clubes, casas de show, dancings, boates, bares e similares no período compreendido entre 00h00 e 18h00, no próximo dia 9, no município de Monte Alegre, no oeste do Pará, em razão da eleição suplementar marcada para o domingo (9). A portaria está publicada na edição desta sexta-feira (7), do Diário Oficial do Estado (DOE). 

 

A eleição suplementar ocorrerá devido o mandato do prefeito Matheus Lima e o vice, Leonardo Albarado, ter sido cassado por crime de abuso de poder político e econômico durante gestão do ex-prefeito Jardel Vasconcelos na campanha eleitoral de 2020.

 

A portaria, assinada pelo delegado-geral Walter Resende de Almeida, tem como objetivo evitar acontecimentos que possam causar transtornos à ordem pública, durante o pleito eleitoral, que será realizado em Monte Alegre, no próximo domingo.

 

No dia 9, no período compreendido entre zero hora e 18h00, fica proibida a venda e o fornecimento, ainda que gratuito, de bebidas alcoólicas por bares, restaurantes, lanchonetes, trailer, quiosques, boates e outros estabelecimentos comerciais e similares, bem como por vendedores ambulantes. 

 

Também está proibida a realização de festas dançantes em clubes, casas de show, dancings, boates, bares e similares no mesmo período. 

 

A Divisão de Polícia Administrativa (DPA) foi orientada a fornecer licenças para festas obedecendo estritamente os termos da portaria.

 

Em 21 de março de 2024, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), cassou os mandatos do prefeito e do vice-prefeito de Monte Alegre eleitos em 2020. A decisão ocorreu após a Corte entender que Matheus Almeida dos Santos e Leonardo Albarado Cordeiro foram beneficiados pela prática de ilícito eleitoral.

 

Diante disso, o TRE-PA marcou eleições suplementares para o dia 9 de junho, a fim de eleger novos representantes para o Executivo Municipal.




  • Imprimir
  • E-mail