cartão afinidade banpara abril 2024

Farra de viagens e diárias continua na Câmara de Vereadores de Santarém

Portal OESTADONET - 27/02/2024

Créditos: Imagem ilustrativa

As sessões plenárias na Câmara de Vereadores de Santarém, no oeste do Pará, têm sido esvaziadas nos últimos dias. E o motivo? As frequentes viagens de vereadores a Belém e Brasília. Essas ausências prolongadas dos vereadores têm gerado custos aos cofres públicos, já que o Poder Legislativo banca as diárias e passagens dos parlamentares nessas viagens.

 

Na sessão da última segunda-feira (26), por exemplo, nove parlamentares estavam ausentes da sessão plenária. Com exceção da vereadora Adriana Almeida, que está em licença maternidade, os demais não comparecem em razão de compromissos fora de Santarém.

 

São os casos de Alexandre Maduro (MDB), Erasmo Maia (União Brasil), Jandeilson Pereira (União Brasil) e Ronan Liberal Jr. (MDB), que cumpriram agenda parlamentar em Belém; Carlos Silva (PODE), agenda externa, Alba Leal (MDB), agenda no Lago Grande, Erlon Rocha (MDB), agenda em Brasília. 

 

Conforme apurou o Portal OESTADONET, no período de 27 de fevereiro a 02 de março, os vereadores Angelo Tapajós (REP), Carlos Silva (PODE), Murilo Tolentino (PODE), Alba Leal e Sérgio dos Santos (União) vão se ausentar do município para participarem do curso 'o vereador e o protagonismo legislativo', promovido pela Associação de Câmaras Municipais (Abracam), em Brasília. 

 

Cada parlamentar recebeu R$ 3.600 para custos com diárias, além de passagens aéreas. 

 

Já o vereador Erlon Rocha (MDB) recebeu diárias no valor de R$ 2.700 para se deslocar até Brasília, onde participa, até a próxima sexta-feira (29), de reunião com a deputada federal Renilce Nicodemos. 

 

Por fim, o vereador Erasmo Maia também se ausenta de Santarém para cumprir agenda em Belém onde participará de audiência com o deputado Chicão, presidente da Alepa, no período de 26 a 28/02, e diárias no total de R$ 1.600,00.

 

Na cota da vereadora Alba Leal, o Poder Legislativo custeou também as diárias no valor de R$ 2.700 para o servidor comissionado Valdomiro Nascimento de Sousa, que realizará assessoramento técnico à parlamentar em reuniões no Ministério da Saúde e gabinetes de deputados federais. 

 

Os vereadores Alexandre Maduro, Jander Ilson Pereira e Ronan Liberal Jr., receberam diárias no valor de R$ 1.600 para participarem de reunião na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme), e com o secretário de Estado de Desenvolvimento Agropecuária e da Pesca, Geovani Queiroz, no período de 26 a 28 deste mês, em Belém.

 

O vereador Erasmo Maia recebeu diárias no valor de R$ 1.600, para participar, de 26 a 28/02, de audiência com o presidente da Alepa.

 

No total, a Câmara de Santarém já gastou quase R$ 30 mil em diárias para bancar viagens dos vereadores a Belém e Brasília nestes últimos dias.

 

Muitas das viagens dos vereadores para a capital paraense e também a Brasília são relacionadas a agendas partidárias, reuniões com parlamentares estaduais e federais, além de lobby por recursos e projetos de interesse do município, entre outros motivos. Embora algumas dessas viagens possam ser justificadas como necessárias para buscar recursos e apoio para a cidade, muitas vezes elas ocorrem em detrimento do trabalho legislativo e de representação local. E esses contatos políticos poderiam se dar através de videoconferência.

 

Por outro lado, o esvaziamento dos parlamentares na Câmara de Vereadores tem impactos significativos no funcionamento da Casa, uma vez que as sessões plenárias são canceladas por falta de quórum, projetos importantes ficam trancando a pauta e a fiscalização das ações do Executivo municipal acaba sendo comprometida também. 




  • Imprimir
  • E-mail