cartão afinidade banpara abril 2024

Casos suspeitos de Febre Oropouche em Monte Alegre e Alenquer deixam pastas da saúde em alerta

Portal OESTADONET - 08/03/2024

 

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESPA) já teria sido comunicada da ocorrência de possíveis casos de Febre Oropouche nos municípios de Alenquer e Monte Alegre, no oeste do Pará. O Portal OESTADONET aguarda confirmação oficial por parte da SESPA, mas secretarias municipais de Saúde desses dois municípios estão em estão de alerta desde que vários pacientes apresentaram febre, dor de cabeça, dores no corpo, náuseas, vômito, dores nas articulações e erupções cutâneas. Os testes para comprovação dessa doença são feitos no Laboratório Central do Estado (Lacen-PA).

 

Em Monte Alegre, como todos os exames feitos nos pacientes deram negativo para a dengue, amostras terão de ser enviadas ao Lacen para análise. Os sintomas da dengue se assemelham muito aos da Febre Oropouche e, por este motivo, as autoridades médicas mantêm o alerta diante de um possível surto da doença. 

 

Em Alenquer, a Secretaria de Saúde identificou alguns possíveis casos da Febre Oropouche, após a realização de exames em pacientes que apresentavam sintomas de virose. A Semsa afirma que todos os pacientes atendidos nas unidades de saúde reclamavam de dores muito fortes e febre alta.

 

Em Monte Alegre, também foram registrados pacientes com sintomas semelhantes. 

 

No dia primeiro de março, a Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa) havia informado que não foi notificada sobre casos de Febre Oropouche no Estado. A secretaria de Saúde do Estado informa ainda que o Pará é o primeiro estado brasileiro a implantar oficialmente a Vigilância Epidemiológica da Febre de Oropouche, que foi aprovada no dia 8 de fevereiro de 2024 pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB).  O Portal OESTADONET fez novo pedido de informação à SESPA, nesta manhã, e aguarda posicionamento da pasta. Assim que houver, esse texto será atualizado,

 

Os pacientes que desejam fazer o teste devem se dirigir a uma unidade de saúde do seu bairro para que em seguida sejam encaminhados para a coleta de material no centro municipal de saúde, para o diagnóstico.

 

A Febre Oropouche é uma doença viral transmitida por mosquitos, endêmica em algumas áreas da América do Sul, especialmente na região amazônica.

 

A propagação da Febre Oropouche está relacionada à presença de mosquitos vetores, especialmente o mosquito Culicoides paraensis, que é o principal vetor conhecido do vírus Oropouche. Medidas de controle de mosquitos, como a eliminação de criadouros e o uso de repelentes de insetos, são importantes para reduzir a transmissão da doença.




  • Imprimir
  • E-mail