pms fev 2024 exploração sexual
rec cartão afinidade Banpará fevereiro interno

Choveu em Santarém 40% do que era esperado para todo mês de janeiro

Portal OESTADONET - 06/01/2024

Créditos: Fonte: IMET

 

O município de Santarém, no oeste do Pará, registrou da noite de sexta-feira (5), e parte deste sábado (6), 40% do volume de chuva esperado para todo o mês de janeiro, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Foram 80 milímetros de água e muitos transtornos e prejuízos à população. 

 

A chuva forte e incessante causou inúmeros estragos em diversos bairros, principalmente na área da periferia da cidade, onde há relatos de casas inundadas pela força das enxurradas. Além disso, a chuva também deixou várias localidades sem energia elétrica em Santarém, Belterra e Mojuí dos Campos.

 

A concessionária de energia elétrica teve de aumentar o número de equipes de manutenção para atender a demanda das ocorrências nos três municípios que registraram falta de energia.

 

A chuva, que começou por volta das 22 horas de sexta-feira, durou mais de 12 horas, e foi suficiente para alagar ruas em toda a cidade, inclusive na área comercial. 

 

Nesta tarde, o Inmet publicou um aviso de mais chuva para Santarém com previsão entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, além de ventos intensos (60-100 km/h). O órgão alerta ainda para o risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

 

A chuva que caiu sobre o município foi causada pelas muitas instabilidades das chamadas ZCAS (Zona de Convergência do Atlântico Sul), que influenciam diretamente nos estados próximos à Linha do Equador, como o Pará e Amapá.

 

Até o início da tarde o aeroporto Maestro Wilson Fonseca permanecia fechado. O voo da Azul, que decolou ás 12h30mprocedente de Belém, após duas tentativas de pouso frutradas, retornou para a capital do estado.




  • Imprimir
  • E-mail