Verão julho

Turma do CIABA conhece ações de segurança no transporte marítimo de bauxita

PORTAL OESTADONET, com informações da Temple - 11/12/2023

MRN participa de workshop sobre segurança do transporte de bauxita (4).JPG - Créditos: Divulgação/MRN

Alunos formandos do Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (CIABA), localizado em Belém (PA), tiveram a oportunidade de conhecer as operações de embarque e o transporte seguro de bauxita, bem como as demais etapas da indústria do alumínio desenvolvido no Pará durante um workshop, realizado no final do mês de novembro, sobre segurança do transporte Marítimo, desenvolvido pela Marinha do Brasil e a ABAL, em parceria com os principais players de mineração do estado, entre eles a Mineração Rio do Norte (MRN), que apresentou as operações de Porto Trombetas, distrito localizado no município de Oriximiná, região Oeste do Pará.

 

Representando a MRN, o gerente do Departamento de Operações do Porto da empresa, Paulo Maretti, destacou as operações desenvolvidas pela empresa. "Este é um momento oportuno de mostrar a nossa importância para o mercado. Um trabalho feito com muita responsabilidade técnica, ambiental e social e que os futuros oficiais da marinha mercante têm a oportunidade de conhecer, além de reforçar a relevância da navegação segura, respeitando as normas, princípios, e tudo aquilo que eles aprenderam durante o curso de formação, reforçando a parceria existente entre a MRN e a Marinha do Brasil", afirma.

 

O workshop marcou a cerimônia de conclusão do Curso de Formação de Oficiais e Praticantes da Marinha Mercante, com destaque para os melhores alunos, selecionados para conhecer de perto o fluxo sustentável das operações da MRN.

 

A presidente-executiva da ABAL, Janaina Donas, também enfatizou a importância do workshop para o fortalecimento da segurança e fiscalização e destacou a dimensão de ações como esta para o fortalecimento da segurança em níveis internacionais. "A ideia surgiu de uma parceria com a Marinha do Brasil no sentido de subsidiar discussões para a modificação de um marco regulatório internacional, relacionado à segurança da navegação no transporte de bauxita, junto à Organização Marítima Internacional (IMO). A maior vantagem que nós temos nesse tipo de iniciativa é a possibilidade de colaborar com promoção das melhores práticas de navegação existentes", declarou.

 

Para o Vice-Almirante Antônio Capistrano de Freitas Filho, do 4º Distrito Naval, o workshop é uma forma dos alunos conhecerem de perto as operações das principais empresas de mineração, com a possibilidade de contribuir no futuro. "Eles (alunos) conseguem ver como podem trabalhar o dia a dia na área da segurança. Essa é uma parte extremamente relevante do setor da bauxita na sua logística. São vários requisitos que podem ser apresentados a quem não está no dia a dia das operações. É muito importante para os alunos da Escola de Formação de Oficial de Marinha Mercante verem o quão comprometidas são essas empresas", destaca.

 




  • Imprimir
  • E-mail