pms fev 2024 exploração sexual
rec cartão afinidade Banpará fevereiro interno

PF investiga suspeitos de integrar organização criminosa que provocou desmatamento de 22 mil hectares de florestas no sudoeste do Pará

Portal OESTADONET, com informações da PF - 06/12/2023

Créditos: Divulgação/PF

 

Uma advogada, engenheiros, empresários e servidores públicos do estado do Pará são alvos da operação ‘Retomada’, deflagrada na manhã desta quarta-feira (6), pela Polícia Federal nos estados do Pará e Mato grosso. A ação visa desarticular organização criminosa acusada de grilar terras da União. Estima-se que tenham sido “grilados” cerca de 22 mil hectares que, em boa parte, foram objeto de desmatamento para a inserção de gado.
  

PF cumpre mandado de busca e apreensão no apartamento do delegado Jardel Guimarães, superintendente da Polícia Civil em Santarém   

 

A PF cumpre 11 mandados de busca e apreensão contra engenheiros, empresários e servidores públicos do Estado do Pará que, junto a uma família de agropecuaristas, possivelmente fazem parte da ORCRIM. Duas empresas de regularização fundiária também foram alvos da ação, bem como o escritório de uma advogada que teria acesso privilegiado a autuações e embargos realizados por uma autarquia ambiental federal.

 

A polícia identificou-se que empresas, por meio de seus sócios e funcionários, teriam fraudado cadastros de áreas públicas da União através da inserção de dados falsos em sistemas e falsificação de documentos. Os funcionários das empresas atuavam, ainda, no planejamento e acompanhamento em tempo real do desmatamento.

 

A advogada mencionada também é investigada por, supostamente, negociar o pagamento de propina a servidores públicos estaduais que teriam flagrado o desmatamento ilegal.

 

A Justiça Federal também decretou o sequestro de aproximadamente R$ 116.000.000, nove imóveis, além do afastamento das funções dos servidores públicos e da advogada. 

 

Cerca de 80 policiais participam da operação.

 

No mês de agosto, a Polícia Federal deflagrou a primeira fase da Operação RETOMADA. Oportunidade na qual foram cumpridos 03 Mandados de Busca e Apreensão nos municípios de Novo Progresso/PA e Sinop/MT, sequestro de veículos, cerca de 20 imóveis, sendo 11 fazendas, bem como a indisponibilidade de 10 mil cabeças de gado.




  • Imprimir
  • E-mail