Verão julho

Mineradora faz mapeamento de fornecedores da região Oeste do Pará

Ascom MRN - 19/09/2023

Créditos: Divulgação/MRN

Um mapeamento inédito de fornecedores de materiais e serviçoss nos municípios de Faro, Terra Santa, Oriximiná e Santarém está sendo realizado pelo Programa de Desenvolvimento de Fornecedores (REDES),  a pedido da Mineração Rio do Norte (MRN).  O objetivo é conhecer o perfil dos fornecedores instalados na região que se encaixam nas categorias das quais a MRN habitualmente contrata. O trabalho de campo em 04 municípios foi iniciado em agosto e se estenderá até meados de outubro.

 

“A expectativa da MRN é de que o conhecimento mais detalhado dos fornecedores possa ser um meio para aumentar o volume de contratação de serviços e materiais, de fornecedores instalados nos municípios que fazem parte da área de influência da empresa, e fomentar o comércio local. Entender o panorama atual da cadeia de fornecimento da região nos ajuda a estabelecer estratégias e diretrizes para incentivar o crescimento das compras de fornecedores locais”, explica Máyra Gomes, coordenadora do Programa de Fornecedores Locais da empresa.

 

O mapeamento será realizado em três etapas. A primeira é o recenseamento e o mapeamento de fornecedores e seus respectivos produtos, serviços, suas forças e oportunidades de melhoria. A segunda etapa será a emissão do Book de Fornecedores Regionais. E a terceira e última etapa será a elaboração de ações para a capacitação dos fornecedores, objetivando que eles consigam encontrar soluções para atendimento à MRN e expandir seus negócios na região. “O book de fornecedores será uma das referências para as contratações da MRN, bem como será disponibilizado para que outros parceiros também o utilizarem em suas contratações”, detalha Máyra Gomes.

 

Outro objetivo do mapeamento é estruturar ações que sirvam para alavancar o crescimento e a sustentabilidade desses fornecedores locais. As ações a serem desenvolvidas dependem dos pontos observados durante o mapeamento, mas devem contemplar diversas áreas, como a capacitação na preparação de propostas técnicas e comerciais, orientações para obtenção de crédito e melhoria de fluxo de caixa.

 

“Estamos com nossas equipes em campo para ter esse mapeamento completo. Vamos bater de porta em porta para identificar gargalos que dificultam o trabalho de fornecedores locais. Com base no perfil desses empresários, vamos poder direcionar estratégias”, garante Eurípedes Amorim, gerente de Projetos do REDES-FIEPA.

 

Oportunidade de aperfeiçoamento

 

Para os fornecedores que buscam ampliar seus negócios na região, o mapeamento vai ajudar a reduzir gargalos e ter maior assertividade na hora de oferecer produtos e serviços para as empresas instaladas no Oeste do Pará.

 

Ao ser informado sobre o projeto, o empresário Brunoro Giordano não perdeu tempo e logo se dispôs a participar. Ele é proprietário de uma empresa que fornece materiais de construção, em Oriximiná, e preside a Associação Comercial do município. Segundo o empreendedor, o mapeamento deve colaborar para melhorar o padrão de qualidade entre os fornecedores regionais e expandir os negócios instalados no Oeste do Pará.

 

“O conhecimento e a capacitação são fundamentais para alcançar nossos negócios e atingirmos novas metas. Você não chega a lugar nenhum se você não tiver capacitação, se você não se qualificar e se aperfeiçoar para as novas oportunidades que estão surgindo no mercado. Então, o conhecimento é necessário para você subir de nível, para abrir leques de possibilidades, para que você possa vender e fornecer para uma mineradora e ampliar os seus negócios”, afirma o empresário.




  • Imprimir
  • E-mail