pms fev 2024 exploração sexual
rec cartão afinidade Banpará fevereiro interno

Prefeitura de Jacareacanga vai gastar R$ 230 mil com show da ‘Manu Bathidão’

Portal OESTADONET - 05/09/2023

Créditos: Divulgação

A Prefeitura de Jacareacanga, no sudoeste do Pará, vai pagar R$ 230 mil de cachê pelo show da cantora Manu Batidão. Ela é conhecida pela performance polêmica no palco. A artista está sendo anunciada como a atração nacional do Jacaré Verão 2023, evento tradicional que ocorre de 29 a 30 deste mês e faz parte do calendário de eventos do município.

 

Pegando carona na onda das prefeituras que estão contratando artistas com dispensa de licitação, o prefeito Sebastião Aurivaldo Pereira Silva não economizou para trazer Manu Batidão para o Jacaré Verão deste ano. 

 

A artista é alvo, inclusive, de uma ação do Ministério Público do Estado do Maranhão. Além dela, o prefeito do município de Estreito, Léo Cunha, também está sendo investigado por suposta ilegalidade no contrato com a cantora no montante de R$ 190 mil com inexigibilidade de licitação, ou seja, contratação direta.

 

Essa prática está na mira do Ministério Público em vários estados brasileiros. Na região, o caso mais recente foi da Prefeitura de Mojuí dos Campos, que mesmo passando por uma situação de emergência, contratou a peso de ouro, o show do sertanejo Léo Magalhães por R$ 270 mil. 

 

O show chegou a ser cancelado pela Justiça, porém, uma liminar garantiu a presença do sertanejo na cidade. 

 

No caso de Jacareacanga, a Prefeitura publicou na edição de sexta-feira (1), o extrato de inexigibilidade de licitação informando a contratação da empresa M A Produções de Eventos Ltda., para a contratação do show artístico da cantora Manu Batidão pelo valor de R$ 230 mil.

 

A publicação cita a lei federal que trata da inexigibilidade nesse tipo de contratação.




  • Imprimir
  • E-mail