pms fev 2024 exploração sexual


Reunião de prefeitos com governador discute financiamento do BNDES para obras de água e esgoto; Nélio cobra agilidade

Portal OESTADONET - 02/08/2023

Reunião do governador Helder Barbalho com prefeitos de 12 municípios paraenses - Créditos: Divulgação

O governador do Pará, Helder Barbalho, se reuniu em Belém com representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), e prefeitos dos 12 municípios paraenses, que detêm a maior cobertura de abastecimento de água e esgoto do estado, para tratar do projeto de universalização dos serviços de água e esgoto. A iniciativa visa ampliar os serviços ofertados à população em cumprimento das metas do novo marco legal do saneamento.

 

O prefeito Nélio Aguiar esteve presente na reunião e falou da importância do projeto para a estruturação do fornecimento de água e esgotamento sanitário do Estado do Pará, em especial, dos investimentos para o município de Santarém, no oeste do Pará, cujo serviço ofertado atualmente pela Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), deixa muito a desejar. 

 

Em suas redes sociais, o governador falou que há necessidade urgente para que a população seja atendida com eficiência nos serviços de água e esgoto. “Temos até 2033 para atingir 99% da cobertura de água e 90% da cobertura de esgoto, como prevê o Marco Legal do Saneamento”, escreveu Helder Barbalho.


 
Nélio Aguiar informou que é a favor do projeto do BNDS e acredita que a concessão do serviço pode ajudar a melhorar a cobertura de abastecimento de água no Pará. “Só o governo do Estado ou Federal não têm recursos para fazer sozinhos esses investimentos de melhoria no saneamento básico da população. A gente espera que até julho do ano que vem tenha uma previsão de início desse projeto e possamos atender melhor a população em água e esgoto", disse.

 

Para o gestor santareno, foi um importante diálogo para tentar solucionar a questão de água no município. "Infelizmente, a Cosanpa não presta um bom serviço à população. O nosso índice de esgoto é muito ruim, segundo o Trata Brasil. E não é apenas em Santarém, mas nos demais municípios. Nós precisamos mudar isso. Tanto em abastecimento de água quanto de esgoto”, observou Nélio Aguiar. 

 

Ao Portal OESTADONET o prefeito informou ainda que a cidade está com vários bairros afetados pelo problema crônico da falta de água. Segundo ele, há uma cobrança da Prefeitura junto à presidência da Companhia para que novos investimentos sejam feitos no município para amenizar o drama de quem depende do abastecimento de água da Companhia. 

 

Ele também falou dos trabalhos que estão sendo feitos em Alter do Chão, onde a Cosanpa está construindo o primeiro sistema de abastecimento de água da vila. O poço construído tem 210 m3/h de vazão e dois reservatórios com capacidade de 400m3 e 300m3. Serão 39 km de rede de distribuição e 2.130 ligações domiciliares.




  • Imprimir
  • E-mail