BANPARÁ BIO 2
Alfabetiza junho

Prefeito de Oriximiná é solto mediante pagamento de fiança de 15 salários mínimos

PORTAL OESTADONET - 01/12/2022

Delegado William Fonseca é solto após pagar fiança de R$ 18 mil - Créditos: Portal OESTADONET

R$ 18.180. Esse é o valor que o prefeito de Oriximiná, no oeste do Pará, José Willian Siqueira da Fonseca, preso desde a última terça-feira (29), desembolsou para sair da cadeia, no início da tarde desta quinta-feira(1). Por decisão do desembargador Leonardo de Noronha Tavares, do Tribunal de Justiça do Estado do Pará (TJE-PA), foi fixado o valor da fiança para que o chefe do Executivo oriximinaense deixasse a prisão.

 

A defesa aguardou a emissão do boleto para efetuar o pagamento da fiança e transferir Fonseca  para o hospital. Desde o dia em que foi preso, o gestor municipal iniciou grave de fome em protesto à prisão.

 

Mas Fonseca deixou o prédio andando e recebendo abraços de correligionários, que fizeram vigília em frente à delegacia de polícia  durante os dias em que o prefeito de Oriximiná passou na prisão.

 

 

 

 

O alvará de soltura expedido pelo TJE mediante ao pagamento de 15 salários mínimos. "Concedo a liberdade provisória ao autuado mediante pagamento de fiança, a qual arbitro em 15 salários mínimos, numerário fixado não só em face da situação econômica do flagranteado, mas também levando-se em conta a gravidade dos delitivos, em tese, praticados.  Havendo o recolhimento do valor arbitrado, com a juntada do respectivo comprovante nos autos, determino, de forma urgente, o juízo da comarca de Oriximiná, para a expedição do respectivo alvará de soltura para i cumprimento imediato", decidiu o desembargador Leonardo Tavares.

 

Fonseca é alvo de uma investigação do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA). 

 




  • Imprimir
  • E-mail