pms fev 2024 exploração sexual
rec cartão afinidade Banpará fevereiro interno

Quatro entidades do oeste do Pará são membros do grupo de trabalho que vai elaborar Plano Estadual de Bioeconomia

Portal OESTADONET - 15/04/2022

Créditos: Imagem ilustrativa

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) publicou, na edição da última terça-feira (12), a portaria nº 651, de 11 de abril de 2022, que institui o Grupo de Trabalho do Plano Estadual de Bioeconomia (GT-PlanBio). Composto por 30 instituições públicas e privadas, o GT-PlanBio terá a responsabilidade de fomentar as ações de bioeconomia em desenvolvimento no Pará.

 

É mais uma estratégia governamental que busca aliar o desenvolvimento econômico às políticas de redução de emissões de gases de efeito estufa, por meio do gerenciamento participativo e escuta qualitativa do setor empresarial. A portaria publicada pela Semas traz a relação das 30 instituições que vão compor o GT-PlanBio. Quatro são da região do oeste paraense. 

 

Entre elas estão, a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), que compõe o núcleo científico; a Federação das Organizações e Comunidades Tradicionais da Flona do Tapajós; a Sociedade para Pesquisa e Proteção ao Meio Ambiente (Sapopema) e o Movimento dos Pescadores e Pescadoras Artesanais do Oeste do Pará e Baixo Amazonas (Mopebam), que integram o grupo do terceiro setor.

 

Fazem parte ainda, instituições do setor público e privado, além de organizações de representantes indígenas, quilombolas e povos e comunidades tradicionais.

 

De acordo com o Secretário de Meio Ambiente de Sustentabilidade do Pará, Mauro O'de Almeida, um dos objetivos do GT-PlanBio será a participação efetiva na elaboração do Plano Estadual de Bioeconomia, política pública que deverá estabelecer as diretrizes para desenvolver as ações no âmbito estadual, de acordo com as particularidades do Pará.

 

Os membros vão participar de reuniões setoriais com a finalidade de identificar desafios e oportunidades, além de mapear ações de bioeconomia em curso no Estado. O GT também deverá promover oficinas para desenho de ações com vistas a estabelecer as bases e fomentar a implementação da Bioeconomia enquanto nova matriz produtiva para o Pará, bem como definir metas, indicadores e formas de monitoramento das ações estabelecidas.

 

O GT-PlanBio é composto pelos órgãos e entidades abaixo relacionados e representadas pelos seguintes membros:

 

I - Órgãos e entidades públicas:
a) SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE E SUSTENTABILIDADE DO PARÁ (SEMAS)
Camille Bendahan Bemerguy e Camilla Penna de Miranda Figueiredo.
b) SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA DO PARÁ (SEFA) Raimundo Augusto Cardoso de Miranda.
c) SECRETARIA DE ESTADO DE DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO E DA PESCA DO PARÁ (SEDAP) Heloísa Helena Batista de Figueiredo.
d) SECRETARIA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIOR, PROFISSIONAL E TECNOLOGIA (SECTET) Edilza Joana Oliveira Fontes.
e) SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, MINERAÇÃO E ENERGIA DO ESTADO DO PARÁ (SEDEME) Zuleide Rafaela Pimentel Barata.
f) SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO DO ESTADO DO PARÁ (SECOM) Aline Roberta Saavedra da Silva Lobato.
g) SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO DO ESTADO DO PARÁ (SETUR) Márcia Ingrid Ferreira Nunes.
h) SECRETARIA DE CULTURA DO ESTADO DO PARÁ (SECULT) Bruno Chagas da Silva Rodrigues Ferreira.
i) SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E ADMINISTRAÇÃO (SEPLAD) Brenda Raffy Carneiro Maraday.
j) INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO FLORESTAL E DA BIODIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ (IDEFLOR-BIO) Gracialda Costa Ferreira.
k) FUNDAÇÃO AMAZÔNIA DE AMPARO A ESTUDOS E PESQUISA (FAPESPA) Marcos Otávio Ferreira de Lemos.

II - Setor privado:
a) CELO DE BONSTATO KAJ KONSERVADO S.A. (CBKK) Marcello Silva do Amaral Brito.
b) CEDROS CARAJÁS GESTÃO AMBIENTAL E ENGENHARIA RURAL LTDA. Raab Silva Noleto.
c) ESTUÁRIO SERVIÇOS LTDA. Carlos Augusto Pantoja Ramos.
d) GO HEALTH FOOD LTDA. Rafael Batista Tamanho.
e) LIBRA CONSULTORIA EM PUBLICIDADE - ME Bernardo Magalhães Aquino.
f) MASTER IDEIAS E SERVIÇOS LTDA. Marilda Moreira Brasileiro Rios.
g) NATURA & CO Renata Silva Cunha.
h) PEABIRU COMÉRCIO DE PRODUTOS DA FLORESTA LTDA. Flora Bittencourt Lima.
i) ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESAS CONCESSIONÁRIAS FLORESTAIS Daniel Bentes de Melo.
j) ASSOCIAÇÃO DAS INDÚSTRIAS EXPORTADORAS DE MADEIRAS DO ESTADO DO PARÁ (AIMEX) Eduardo Araújo de Souza Leão.
k) COOPERATIVA DOS EXTRATIVISTAS DA FLONA DE CARAJÁS (COEX-CARAJÁS) Ana Paula Ferreira Nascimento.
l) MOVIMENTO DOS PESCADORES E PESCADORAS ARTESANAIS DO OESTE DO PARÁ E BAIXO AMAZONAS (MOPEBAM) Manoel Pinheiro dos Santos.

III - Terceiro Setor:
a) CÁRITAS BRASILEIRA REGIONAL NORTE II Maria Ivanilde Silva da Silva.
b) REDE DE COOPERAÇÃO PARA SUSTENTABILIDADE (CATALISA) Gilson Barbosa de Lima.
c) THE NATURE CONSERVANCY DO BRASIL (TNC) Teresa Cristina Moreira.
d) INSTITUTO ESCOLHAS Jaqueline da Luz Ferreira.
e) INSTITUTO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO DO BRASIL Manuel Almeida Amaral Neto.
f) INSTITUTO PEABIRU Manoel Rodrigues Potiguar.
g) INSTITUTO DE PESQUISA AMBIENTAL DA AMAZÔNIA (IPAM) Edivan da Silva Carvalho.
h) INSTITUTO SOCIOAMBIENTAL Fabíola Andressa Moreira e Silva.
i) SOCIEDADE PARA PESQUISA E PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE (SAPOPEMA) Poliane Batista da Silva.

IV - Organizações Representantes de Povos Indígenas, Quilombolas e Comunidades Tradicionais 
a) CONSELHO NACIONAL DAS POPULAÇÕES EXTRATIVISTAS (CNS) José Ivanildo Gama Brilhante.
b) FEDERAÇÃO DAS ORGANIZAÇÕES E COMUNIDADES TRADICIONAIS DA FLONA DO TAPAJÓS Adailson Pereira Paz.
c) FEDERAÇÃO DOS POVOS INDÍGENAS DO ESTADO DO PARÁ (FEPIPA) Ronaldo Nunes Ramos.
d) BA-Y COOPERATIVA DE PRODUTOS DA FLORESTA Casio Trajano da Luz.
V - Instituições de Pesquisa a) UNIVERSIDADE FEDERAL DO OESTE DO PARÁ (UFOPA) Kariane Mendes Nunes.
b) EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL Walkimário de Paulo Lemos.
c) UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESTADO DO PARÁ (UFPA) Francisco de Assis Costa.
d) MUSEU PARAENSE EMÍLIO GOELDI (MPEG) Ana Luisa Albernaz.




  • Imprimir
  • E-mail