pms fev 2024 exploração sexual


Prefeito de Santarém assina decreto de situação de emergência por causa da chuva

PORTAL OESTADONET - 19/01/2022

O prefeito Nélio Aguiar assinou na tarde desta quarta-feira (19), o decreto que institui a situação de emergência no município de Santarém, no oeste do Pará. A decisão foi tomada após o parecer técnico da Defesa Civil Municipal, que apontou diversas áreas alagadas e que foram afetadas pelas fortes chuvas que atingem a cidade nos últimos dias.

 

As chuvas têm causado uma série de prejuízos aos moradores em diversos bairros da cidade, provocando alagamento de ruas e residências, além de provocar danos à malha viária e causar enxurradas em vias onde não há sistema de drenagem.

 

Na área ribeirinha do município, a chuva começa a causar danos também aos pequenos produtores que encontram dificuldades para escoar sua produção. 

 

De acordo com a Defesa Civil, ao menos 2.508 pessoas foram afetadas diretamente pelos estragos causados pelas chuvas na cidade. 

 

A Prefeitura informou que só no mês de janeiro de 2022, foram registrados em média 97,6mm de chuva, conforme dados coletados nas três estações pluviométricas automáticas ativas nos bairros Mapiri Uruará e Jaderlândia. 

 

O boletim da Defesa Civil, apontou que o rio Tapajós nesta quarta-feira, assinalava 5,71 metros e está 1,45m acima de 2021 neste mesmo dia. A cota de alerta é de 7,10m. 


Em relação ao ano de 2009, quando se registrou a maior cheia da história da região, o boletim informa que o nível do rio chegou a 1,21m acima da marca de 2009 que era de 4,50m neste mesmo período.

 

Com a assinatura do documento, ficam autorizadas a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sobre a direção da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil; a convocação de voluntários para reforçar as ações de resposta o desastre; a realização de campanhas de arrecadação de recursos junto à comunidade, entre outras medidas.




  • Imprimir
  • E-mail