banpara LCI julho 2024
Verão julho

Pará responde por 10 por cento da produção madeireira oriunda de planos de manejo no Brasil; metade é do Baixo Amazonas

PORTAL OESTADONET - 14/05/2021

Em 2019, o Pará produziu cerca de 3 milhões de metros cúbicos de madeira a partir da exploração regulada de florestas naturais, como o manejo florestal e o desmatamento autorizado. O estado responde por 10 por cento da produção nacional.

 

Os principais municípios produtores do estado Pará em 2019 e 2020 foram Santarém, Juruti, Prainha e Portel, todos no norte do Pará.

 

As regiões produtoras do Pará foram mudando com o passar dos anos. Atualmente, mais da metade da produção se concentra ao longo da Calha Norte do rio Amazonas e no oeste do Pará, sendo que regiões produtoras mais antigas, como o leste e o sul do Pará, respondem por apenas 13% da produção total.

 

Esses dados são do Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora) para análise de bancos de dados públicos e geração de inteligência sobre a produção e movimentação de madeira nativa no Brasil.

 

Oestudo do Imaflora revelou que o Pará, o segundo maior estado produtor de madeira do Brasil, possui área suficiente para migrar totalmente para o manejo florestal sustentável e ser capaz de suprir, indefinidamente, a sua produção atual de madeira em tora.

 

Outros 13% da produção de madeira em tora foram produzidos em associações comunitárias, seja em terras públicas - como reservas extrativistas - ou em assentamentos rurais e territórios quilombolas.




  • Imprimir
  • E-mail