Banpara recupera crédito


Anvisa recomenda suspender uso da vacina da AstraZeneca em grávidas

Poder 360 - 11/05/2021

Grávidas foram incluídas em grupo prioritário para vacinação contra covid em 26 de abril -

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recomendou na noite desta 2ª feira (10.mai.2021) a suspensão do uso da vacina contra covid-19 da AstraZeneca em grávidas. O imunizante, desenvolvido em parceria com a Universidade de Oxford, é produzido no Brasil pela Fiocruz.

 

Em nota, a agência informou que a orientação “é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas covid em uso no país”.

 

Não foram especificados quantos e quais eventos adversos a agência identificou em mulheres grávidas.

 

A vacina da AstraZeneca é um dos principais imunizantes contra covid do PNI (Plano Nacional de Imunizações) brasileiro. As autoridades de saúde também aplicam as vacinas do Butantan (CoronaVac) e da Pfizer.

 

Mulheres grávidas e puérperas foram incluídas no grupo prioritário para vacinação contra covid-19 em 26 de abril de 2021.




  • Imprimir
  • E-mail