Verão julho

Salve a Tuna

Lúcio Flávio Pinto - 20/12/2020

A Tuna Luso Brasileira pode realmente fazer história ao voltar à série A do campeonato paraense de futebol, depois de uma abstinência de oito anos. É o primeiro clube comandado por uma mulher, o que certamente não será apenas coincidência, sobretudo se a novidade vier acompanhada por decisões inovadoras. A mais importante, agora, é manter a formação que possibilitou a façanha, tantas vezes frustrada nos últimos tempos..

 

Ao invés de sair atrás de jogadores em oferta num mercado viciado, valorizar e dar mais apoio à prata da casa, invariavelmente colocada de lado, mesmo quando a Tuna tem a melhor escolinha. Fazer assim o contraste com a legião estrangeira em que Remo e Paissandu se tornaram.

 

Mais motivo para comemorar a volta da Tuna à elite do futebol do Pará.




  • Imprimir
  • E-mail