Banpara bio maio


Jair Bolsonaro, o sabotador do combate ao coronavírus

Lúcio Flávio Pinto - 23/03/2020

Bem ou mal, o governo federal age para combater a contaminação e a propagação do coronavírus pelo Brasil, que evolui exponencialmente todos os dias. Mas está sendo sabotado por dentro. O sabotador é ninguém menos do que o presidente da república. Jair Bolsonaro descumpre as orientações das autoridades de saúde e diz o oposto do que elas apregoam.

 

Continua a sustentar, ecoando os mantras do guru da família, o tresloucado astrólogo Olavo de Carvalho, que a pandemia é uma invenção, talvez um instrumento de uma conspiração internacional, provavelmente desencadeada pelo nosso maior parceiro comercial, a China; que o povo está sendo manipulado pela mídia; que não é preciso se isolar socialmente; que as iniciativas do seu próprio governo são exageradas, fruto de um pânico coletivo, e outros absurdos, em completa dissonância com a realidade assustadora em 171 países,  que são acompanhados atentamente por entidades internacionais e têm autonomia de ação.

 

Como o presidente parece concordar com as providências adotadas por seus auxiliares quando está com eles em público (felizmente, já não tanto de corpo presente, que pode estar contaminado), só há um jeito de definir o comportamento pendular de Jair Messias Bolsonaro: ele vive num mundo à parte do que gira para todos nós. Um mundo só dele, de sua família e da sua organização secreta.

 

O comando mental do presidente pode estar se esgarçando entre a esquizofrenia e a psicose.

 

Já não seria caso de impeachment, mas de psiquiatria.




  • Imprimir
  • E-mail