Banpara bio maio
TCE evento STM

Que Brasil é este?

Lúcio Flávio Pinto - 08/03/2020

A fuga de capitais do Brasil sob o governo Bolsonaro somou 45 bilhões de dólares. É um número impressionante. No governo Dilma/Temer, a entrada líquida de capitais estrangeiros no país foi de US$ 66 bilhões. Parte dessa perda pode ser lançada sobre as costas largas da crise internacional ou, mais recentemente, do coronavirus. Mas quanto se deve ao próprio governo Bolsonaro, liderado por um político sem partido, sem racionalidade e lógica, que mais parece estar destruindo do que construindo?

 

Como entender um presidente da república que traz para público, em sua companhia, um humorista que o imita, oferecendo bananas aos jornalistas? E que transforma em espetáculo de humor negro a tentativa de desdenhar do resultado oficial do crescimento medíocre do PIB, de 1,1%, que lança mais nuvens negras sobre o futuro do Brasil?

 

Incertezas agravadas pela convulsão social e por atos de organizações criminosas, oficiais ou não, como o motim no Ceará ou a morte de um ex-capitão da Polícia Militar com as características de queima de arquivo, diante de todos e a despeito das promessas de apuração da verdade?

 

A impressão, forte, é de que o Brasil está saindo dos trilhos. Não por acidente, mas pela vontade do maquinista.




  • Imprimir
  • E-mail