Alfabetiza junho

Investigação na Secretaria de Estado de Transporte

Lúcio Flávio Pinto - 03/01/2020

A Auditoria Geral do Estado instaurou investigação preliminar para apurar “possíveis irregularidades” na restauração da rodovia PA-416, executada (mas não concluída) pela BRT Construtora Engenharia Ltda, contratada pela Secretaria de Transporte do Estado.

 

Em vistoria realizada ao local da obra, a AGE verificou que a empresa não concluiu os serviços contratados. A obra deveria ter a extensão de 3,83 quilômetros, para ser executada no prazo de 210. No entanto, na vistoria realizada em novembro do ano passado, mais de 460 dias da data do início do serviço, a BRT executara apenas 1,40 km.

 

Em consulta ao banco de dados do Siafem, a Auditoria constatou que em 2018 foram pagos 6,3 milhões de reais à empresa, mesmo sem a conclusão da obra.

 

Como o pagamento foi efetuado pela Secretaria de Transporte, o então titular do cargo, Kleber Ferreira Menezes, foi notificado, pelo auditor geral Ilton Giussepp Stival Mendes da Rocha Lopes da Silva, a prestar esclarecimentos, no prazo de 30 dias, sobre o conteúdo dos autos da investigação.




  • Imprimir
  • E-mail