Banpara energia solar


Vídeo de médico de Santarém que contesta desmatamento citando chuvas traz dados falsos, aponta serviço que desmascara fake news

Portal OESTADONET - 02/08/2019

Médico Marcos Andrade mentiu, afirma Projeto Comprova -

Marcos Andrade, médico residente em Santarém, publicou vídeo no Facebook em que contesta desmatamento na Amazõnia, citando período de chuvas que não permitiriam a atividade de extração madeireira e queimadas. Mas o vídeo traz dados errados. A afirmação é do Projeto Comprova. A verificação foi realizada por uma equipe do jornal O Estado de São Paulo e do portal Nexo.

 

Ao contrário do que afirma o médico Marcos Andrade, em vídeo publicado nas redes sociais, no qual chama de mentiroso o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE, Ricardo Galvão, que divulgou dados apontando aumento de desmatamento na Amazônia, é possível  sim desmatar a floresta em períodos chuvosos. Marcos Andrade afirma que não é possível desmatar a floresta de janeiro a julho, pois estes são meses mais chuvosos e não permitem queimadas.

 

Mas segundo o INPE essa alegação do médico, no entanto, é falsa. A principal confusão de Marcos Andrade, o médico que aparece no vídeo, está em apontar o INPE como mentiroso por ter supostamente indicado alta do desmatamento na Amazônia no período da estação chuvosa — que geralmente dura de novembro a março. Informações do INPE mostram que o desmate da floresta não aumentou nesses meses de 2019, mas em maio, junho e julho, que marcam o período de transição dos temporais para a estação seca.

 

O Projeto Comprova entrou em contato por telefone com Marcos Andrade, que preferiu não responder às perguntas enviadas pela reportagem. Morador de Santarém (PA) e médico registrado no Pará, ele defende o presidente Jair Bolsonaro (PSL) no vídeo enganoso.

 

Marcos já gravou outros vídeos defendendo Bolsonaro e criticando a mídia. Ele também já se posicionou de maneira contrária ao candidato à Presidência do PT nas últimas eleições, Fernando Haddad, e antes da recente visita de Hadad a Santarém, para uma palestra na UFOPA,  Marcos Andrade conclamou a população a hostilizar o ex-ministro da educação. O médico divulgou ainda uma gravação no ano passado em que acusa fraude nas urnas eletrônicas. No Facebook, ele publicou diversas postagens em apoio a Bolsonaro.




  • Imprimir
  • E-mail