Alfabetiza junho

Em fase final de restauração, escultura da Praça Barão de Santarém volta sofrer vandalismo

Weldon Luciano - 22/07/2019

O ídolo, escultura localizada ao lado da Igreja de São Sebastião, na Praça Barão de Santarém, voltou a sofrer ação de vandalismo. Ela estava em fase final de restauro quando voltou a ser danificada. Além da pichação, parte da cabeça acabou sendo destruída. Segundo os artesãos que atuam na revitalização, ela estava em fase final de recuperação. O Portal OESTADONET entrou em contato com Odeilson Dias, mais conhecido como Maratá, um dos responsáveis pelo trabalho. O artista lamentou a depredação do patrimônio público e garantiu que a parte danificada da obra deve ser refeita.

 

 

“Lamentamos esse tipo de situação porque trata-se da depredação de um patrimônio público, que é de toda a população. Acredito que deveríamos ter uma preocupação e um cuidado maior para preservar esses monumentos com a inclusão de vigias ou pessoas que pudessem monitorar e ajudar a evitar que esse tipo de depredação ocorra. Mesmo com toda a dificuldade, seguiremos o trabalho de restauro e vamos recuperar a parte da escultura que foi depredada”, ressalta Maratá.

 

De acordo com o que apurou o Portal, as esculturas da Praça São Sebastião são obras assinadas pelo artista plástico Laurimar Leal em parceria com Renato Sussuarana feitas em afrescos de cimento misturado com areia, cal e até mesmo açúcar com uma estrutura interna de ferro.

 

O complexo arquitetônico erguido há quase 40 anos é composto por um vaso de gargalo, um vaso Cariátides e uma estatueta de posição que é uma escultura com quase 2 metros de altura. Em outro ponto, há um círculo formado por Cariátides onde havia um chafariz, atualmente, desativado. Distribuídos por toda a praça existem mais de 20 banco com o Muiraquitã, elemento da cultura santarena.

 

O desafio de realizar reparos e resgatar a originalidade das pinturas foi assumida por ceramistas do Baixo Amazonas ligados à Cooperativa Puxirum de Artesãos e Artistas. A iniciativa conta com o apoio da Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca (Semap). 




  • Imprimir
  • E-mail