Camarão no pão
Cartas na mesa

Estrangeiros correspondem a menos de 20% do público que visitou Centro João Fona este ano em Santarém

Weldon Luciano - 21/05/2019

Mesmo com o grande fluxo de turistas de outras nacionalidades que passam por Santarém, a quantidade de estrangeiros que visitam o Centro Cultural João Fona (CCJF) corresponde a menos de 20% do público total que já esteve no local em 2019. Segundo dados fornecidos pela Secretaria Municipal de Cultura (Semc), entre janeiro e abril, quando o João Fona recebeu 3.203 pessoas, dos quais 622 (19,41%) eram de fora do país. O restante do público é formado por visitantes locais e turistas de outra partes do Brasil.  

 

Ainda segundo o relatório o percentual é aproximado da média de visitação obtida em 2018, quando 10.349 pessoas visitaram o Centro e 2.357 eram estrangeiras, o que corresponde a 22%. Outras 3.791 vieram de outros lugares do Brasil, o que corresponde a 36% e 4.201 pessoas que visitaram o local eram de Santarém, representando 42% do público total.

 

Centro Cultural João Fona

 

O CCJF foi criado por meio da Lei Municipal de nº 13.791 de 27 de agosto de 1991. Utilizado exclusivamente com finalidades culturais, dando-se prioridade para a instalação, em suas dependências, de um Museu capaz de fornecer uma visão abrangente da história santarena.

 

O prédio é uma das rotas turísticas nacionais e internacionais no município santareno. A edificação predial iniciou em 1853 com término em 1867, já funcionou as atividades do Ministério Público de Justiça (Fórum de Justiça), Intendência Municipal (Prefeitura de Santarém), Câmara Municipal e Prisão Pública, em 1868. Fica localizado na Rua Adriano Pimentel, s/n, bairro da Prainha, nas proximidades da Praça Barão de Santarém e o expediente é de segunda a sexta-feira, das 08h às 18 horas.


  • Imprimir
  • E-mail