Camarão no pão
Cartas na mesa

Em Itaituba, Semas convoca audiência pública sobre projeto de Estação de Transbordo de Cargas no Distrito Miritituba

Weldon Luciano - 16/05/2019

Combio de balsas transporta soja embarcada em Miritituba, no rio Tapajós -

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) realizará uma audiência pública em Itaituba, oeste do Pará, para tratar do projeto de Estação de Transbordo de Cargas (ETC) em fase de instalação no Distrito Miritituba. O evento ocorrerá no dia 2 de junho, no Pavilhão de Eventos da Igreja Nossa Senhora de Nazaré, localizado na Rua Alto Bonito, s/n°, bairro Nazaré e devem contar com representantes dos Ministérios Públicos Federal e Estadual, as Autoridades Federais, Estaduais e Municipais, os Órgãos Públicos e Privados, Instituições Governamentais e Não Governamentais e a População em Geral.

 

Segundo o edital de convocação, o objetivo é informar sobre o projeto, de responsabilidade da empresa Rio Tapajós Logística Ltda, bem como seus potenciais impactos ambientais, visando possibilitar a discussão e o debate sobre o RIMA e subsidiar a análise da SEMAS, para fins de licenciamento ambiental.

 

Na região de Miritituba, estão previstas a construção de pelo menos 8 estações de transbordo de carga (ETCs), que formarão um complexo, englobando Itaituba e Rurópolis, segundo a Fundação Amazônica de Amparo a Estudos e Pesquisas do Pará (Fapespa). Essas ETC's podem gerar um fluxo de 100 mil carretas por mês na época de pico da safra do Mato Grosso, entre fevereiro e abril.  No trajeto de volta, elas deverão transportar insumos agrícolas e produtos eletrônicos. 

 

Diversas entidades de proteção ao meio ambiente alegam que etas construções trazem muito danos ambientais. Segundo o Instituto Sociombiental, o grau de alerta para este tipo de instalação é considerado muito alto, podendo afetar terras indígenas pertencentes ao povo Munduruku. 


  • Imprimir
  • E-mail