Alcoa Juruti
El Mexicano 2
churrascaria interno

Quem é Bolsonaro?

Lúcio Flávio Pinto - 21/03/2019

Só agora o povo brasileiro está descobrindo quem é realmente Jair Messias Bolsonaro. Ele foi eleito presidente da república porque estava na hora certa e no lugar certo. Mas não era o homem certo. A maioria dos eleitores, que lhe deu a vitória, não prestou atenção a esse fator. Naquele momento, foi considerado acessório ou mesmo supérfluo. O móvel predominante do voto foi a rejeição aos governos do PT, às esquerdas em geral, à radicalização das teses politicamente corretas, à velha política das raposas e à corrupção.

 

Para fazer a transição desse momento de negação para o momento seguinte, de afirmação de um novo padrão de ação, o país precisava ter um estadista no comando. Não há mais dúvida: Bolsonaro não se enquadra nesse figurino. Sua queda acelerada de popularidade em três meses, medida pelo Ibope, é a prova dessa verdade, ainda que precoce. Não é porque tenha errado mais do que acertado. É mais porque não estabeleceu um padrão de governo.

 

Boquirroto nas redes sociais, incapaz de afastar os filhos do exercício anormal de uma presidência compartilhada, sem definir uma marca de unidade mínima ao seu ministério, superficial e contraditório, de extrema direita sem saber o que é ser de direita organicamente, Bolsonaro já é um ensaio sólido de desastre. Para um país tão desgastado por presidentes liliputianos diante de um desafio gigantesco, é uma pena. Mais uma.


  • Imprimir
  • E-mail