pms maio
Camarão no pão
Banpará

Grupo da Hinode apresenta sintomas de infecção por sarampo após cruzeiro pelo litoral brasileiro

Weldon Luciano - 28/02/2019

Notificada pelo Ministério da Saúde, a Secretaria Estadual de Saúde Pública do Pará (Sespa) emitiu alerta sobre a possibilidade de surto de sarampo em alguns municípios. Alenquer, Santarém e Altamira estão na lista. A origem do problema estaria em passageiros destas localidades que estiveram no navio de cruzeiro Seaview MSC, em meados do mês de fevereiro e podem ter sido expostos ao vírus, uma vez que o próprio Ministério da Saúde já apresentou a notificação de 23 casos suspeitos, dos quais 13 confirmados em tripulantes de diversas nacionalidades Índia, Itália, Ucrânia, África do Sul e Brasil que estavam na embarcação.

 

Segundo apurou a reportagem do Portal OESTADONET, o cruzeiro Seaview MSC foi fretado na ocasião pela empresa de cosméticos Hinode, que anualmente premia alguns de seus associados com uma viagem e os passageiros da região teriam embarcado para participar da programação que contou com diversos shows, entre eles o do cantor Wesley Safadão, e circulou pelo litoral, conforme publicações do grupo nas redes sociais.    

 

Por isso, o Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde (Cievs-PA), alerta os municípios envolvidos que façam o acompanhamento das pessoas que estiveram na embarcação em função da alta transmissibilidade da doença. A recomendação é que todos procurem imediatamente uma unidade de saúde se sentirem os sintomas da doença e informem que estiveram no navio. Os sintomas do sarampo são febre alta, dor de cabeça, manchas vermelhas no corpo, coriza e conjuntivite.

 

A Sespa solicita aos que não apresentarem sintomas que também se dirijam a Secretaria de Saúde de sua cidade, munidos do cartão de vacinação, para comprovação ou não de imunização com a vacina tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba). Essa vacina está disponível nos postos de saúde, e é recomendada uma dose aos 12 meses de idade, e outra aos 15 meses, e para as pessoas de 10 a 49 anos, sendo essa a única maneira de prevenção da doença.

 

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de dez mil passageiros, incluindo 312 paraenses de 23 municípios, que desembarcaram em Santos no dia 16 de fevereiro, podem ter sido expostos ao vírus do sarampo e correm risco de desenvolver a doença.

 

Os municípios que possuem passageiros no transatlântico são os seguintes: Abaetetuba, Alenquer, Altamira, Anajás, Ananindeua, Belém, Bragança, Breves, Capitão Poço, Castanhal, Concórdia do Pará, Jacundá, Marabá, Marituba, Novo Repartimento, Pacajá, Parauapebas, Redenção, Santa Izabel do Pará, Santarém, Sapucaia, Tailândia e Tucuruí.


  • Imprimir
  • E-mail