pms maio
Camarão no pão
Banpará

Apesar de anúncio do governo federal, vagas do Mais Médicos não são preenchidas em Santarém

Weldon Luciano - 14/02/2019

O Governo Federal e a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) estão divergindo entre os dados do Programa Mais Médicos. Nesta quarta-feira, 13 de fevereiro, de acordo com publicações feitas nas redes socais e no próprio site da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC), o Ministério da Saúde informou que as últimas 1.397 das 8.517 vagas disponibilizadas pelo Programa após a saída dos profissionais cubanos, foram escolhidas por brasileiros formados no exterior. O prazo final para inscrição do programa estava previsto para se encerrar na quinta-feira, 14 de fevereiro. Porém, a Semsa, em Santarém, no Oeste do Para, desconhece esses dados e aponta que três comunidades permanecem sem médicos até o momento.

 

Ainda de acordo com o Governo Federal, no dia 19 de fevereiro, a lista completa com a localidade onde cada profissional formado no exterior trabalhará. Os candidatos selecionados deverão se apresentar nas cidades escolhida para trabalhar até o dia 22 de fevereiro. Aqueles que não tiverem o Registro do Ministério da Saúde (RMS) realizarão um módulo de acolhimento, durante o qual assistirão aulas e serão avaliados pela coordenação nacional do programa. A manifestação de interesse por médicos brasileiros formados no país ou no exterior, não será necessário convocar profissionais estrangeiros.

 

Situação em Santarém

 

Em Santarém, as comunidade de Vila Socorro, Curuai e Ituqui permanecem sem profissionais. As duas primeiras até chegaram a ter candidatos, que desistiram após terem conhecimento de que se tratavam de zonas localizadas no interior do Município.

 

De acordo com a Semsa, as vagas não preenchidas por profissionais brasileiros em comunidade ribeirinhas podem ser ofertadas para profissionais estrangeiros. Enquanto os novos médicos não são definidos, ações emergências de saúde devem ser encaminhadas. O plano prevê a realização de mutirões que promovam a assistência médica dos moradores. 

 

Links da EBC:

 

http://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2019-02/brasileiros-ocupam-todas-vagas-do-mais-medicos

http://radioagencianacional.ebc.com.br/geral/audio/2019-02/todas-vagas-dos-programa-mais-medicos-sao-ocupadas-por-


  • Imprimir
  • E-mail