Dengue
Vox interno
churrascaria interno

Imagens de Satélite apontam degradação do Igarapé do Urumari nos últimos anos

Weldon Luciano - 13/02/2019

Imagens mostram, em um período de 30 anos, o avanço da ocupação humana no entorno do Igarapé do Urumari, em Santarém, no Oeste do Pará -

Imagens de satélites obtidas pela equipe de reportagem do Portal OESTADONET mostram o histórico de sensoriamento remoto, mostrando a evolução do uso e ocupação do solo na micro bacia hidrográfica do igarapé do Urumari em Santarém nos últimos 30 anos. A área de abrangência aparece delimitada em vermelho (Confira as imagens).
 
 
As imagens apontam composições reais dos satélites Landsat 5 (sensor TM- três primeiras imagens) e Landsat 8 (sensor OLI- última imagem), que mostram a cobertura vegetal da primeira imagem datada do final da década de 1980. A sequência de fotos mostra a área no ano de 1987, depois em 1999, em 2009 e por fim em 2018.
 
 
A área foi bastante antropizada nesse período, com ampla remoção da cobertura vegetal para seu uso como pasto. Nessa época, fazendas ocupavam esses bairros. Na última imagem, é possível notar que essas zonas antropizadas na década de 80 hoje possuem algumas partes de vegetação densa, fruto de regeneração. A partir da observação do histórico de imagens, é possível apontar também a expansão do perímetro urbano para o interior da micro bacia e o adensamento de edificações.  
 
 
Segundo apurou a reportagem, o bairro Urumari é um dos 47 bairros reconhecidos em Santarém, localizado na zona sul da área urbana. A população total é estimada em 3 mil habitantes com mais de 600 imóveis particulares permanentes e em franca expansão.


  • Imprimir
  • E-mail