pms maio
Camarão no pão
Banpará

Audiência pública sobre segurança nas barragens de mineração em Oriximiná ocorre nesta sexta-feira

Weldon Luciano - 08/02/2019

Uma audiência pública para tratar sobre a situação das barragens de mineração acontece nesta sexta-feira, 8 de fevereiro em Oriximiná. O eventos será no Clíper de Santo Antônio, a partir das 9h e contará com autoridades, representantes de órgãos fiscalizadores e representantes da comunidades em geral. Na ocasião, a empresa Mineração Rio do Norte (MRN) deve esclarecer de forma técnica e detalhada as condições de segurança de suas barragens e tanques de rejeitos, dando conhecimento da real situação em que se encontram as estruturas utilizadas nas atividades mineradoras.

 

De acordo com um levantamento prévio da prefeitura, das 25 barragens e tanques de rejeitos instaladas no município, duas são classificadas como Dano Potencial Associado (DPA), ou seja, considerando os danos humanos, sociais e ambientais causados por possíveis acidentes. A MRN deve apresentar documentos, laudos, relatórios de fiscalização de Barragens de Mineração (PAEBM) referente aos reservatórios TP0a, TP02, A1 e Água Fria. Os sucessivos rompimentos de barragens registrados em Minas Gerais servem de alerta para municípios com projetos mineradores em andamento reascendendo o debate sobre possíveis acidentes e os danos ambientais gerados.

 

Distante a 820 km da capital Belém, Oriximiná possui cerca de 80 mil habitantes e a principal atividade econômica é a indústria extrativa mineral, abrigando a maior produtora de bauxita do Brasil. Segundo o Ministério de Minas e Energia, a cidade possui a maior quantidade de reservas conhecidas no país.  A empresa Mineração Rio do Norte realiza exploração das jazidas de bauxita no Distrito de Porto Trombetas.


  • Imprimir
  • E-mail