Doe Sangue
Não a Violencia
Aniversário STM

Justiça inicia comemorações pelos 185 anos de instalação da Comarca de Santarém

Portal OESTADONET - 08/06/2018

Créditos: O juiz Cosme Ferreira Neto presidiu a solenidade no Museu Jo?o Fonna.

A abertura da comemorações dos 185 anos da Comarca de Santarém foi realizada na mesma sala onde  funcionou, no século passado, o tribunal do júri, na sala da antiga Câmara  Municipal e do Tribunal do Júri, no Museu João Fonna. O fato foi lembrado pelo juiz Cosme Ferreira Neto, diretor do Fórum da Comarca de Santarém, ao encerrar a solenidade ao qual comparecem os juízes da comarca, o prefeito Nélio Aguiar e demais autoridades da segurança pública.

Cosme Neto fez um rápido balanço das atividades de 14 varas instaladas na Comarca de Santarém, destacando a atuação do juizado de relação de consumo e varas da violência doméstica e agrária, que só funcionam também em Belém e Ananindeua.

O diretor do fórum lembrou, ainda, o trabalho do escritório de assistência gratuita, instalado para atender às pessoas que não tem como pagar honorários de advogados. Cosme ressaltou ainda, que esta semana, haverá uma ação municipal de conciliação.

O prefeito Nélio Aguiar parabenizou a justiça e lembrou a parceria do executivo com o poder judiciário através de ações conjuntas com a Semtras.

Nélio ressaltou as ações preventivas feitas pela justiça, órgãos de segurança e poder executivo no combate a violência. " Santarém é um exemplo, houve redução dos índices de violência, ao contrário de outros municípios, onde a violência cresce assustadoramente". 

O prefeito agradeceu a contribuição do poder judiciário para a paz e a ordem em Santarém e destacou o trabalho dos juízes. " As pessoas às vezes não têm conhecimento que quando se passa em concurso para juiz, não tem noção de quanto trabalho existe, trabalho em excesso para cada magistrado. E os juízes da comarca estão de parabéns por esse trabalho", afirmou Nélio Aguiar.

Durante a solenidade o padre Sidney Canto distribuiu o folheto “Pequenas histórias e memórias sobre a Comarca de Santarém”. 


  • Imprimir
  • E-mail