Alfabetiza junho

Desabastecimento de hortifrutigrangeiros já preocupa rede varejista de alimentos em Santarém

Portal OESTADONET - 28/05/2018

São mais 6 mil quilômetros que separam Santarém do mercado atacadista de hortifrutigranjeiros, em São Paulo.

Caminhões que deveriam ter saído em direção a Santarém na última terça-feira não têm previsão de chegada por causa do bloqueio dos caminhoneiros ás rodovias.

O município importa cerca de 400 toneladas de frutas e verduras. Além disso, compra do sudeste feijão, queijos e demais laticínios.

Essa carga percorre rodovias, prr dois dias, até Belém, de onde segue de balsas, pelo rio Amazonas, até Santarém, durante cinco dias.

Segundo o empresário Cezar Ramalheiro, dono do maior grupo varejista de alimentos em Santarém, já há falta de hortifrutigranjeiros nas prateleiras dos supermercados:

"Não conseguimos embarcar os produtos em São Paulo desde a terça-feira passada. Já há risco de desabastecimento de hortifrutigranjeiros e alguns frios. Nossa previsão era que nossa carga, se tivesse sido embarcada, chegaria terça-feira(29), mas agora não há previsão. Estamos adminsitrando os estoques para que não faltem produtos para o consumidor", afirmou Cezar Ramalheiro.




  • Imprimir
  • E-mail