Banpara energia solar


Contagem regressiva para o festival das Tribos, em Juruti(PA)

Agência Pará - 13/03/2024

Festival das Tribos é realizado no tribódromo - Créditos: Fotos: Agência Pará

A 30ª edição do Festival das Tribos Indígenas de Juruti foi lançada na noite desta terça-feira (12), pelo Governo do Estado e pela Prefeitura Municipal de Juruti, no Theatro da Paz. A ação tem o apoio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult). Neste ano, o festival acontece nos dias 1, 2 e 3 de agosto, no Centro Cultural da cidade, mais conhecido como Tribódromo.

 

O Festribal é uma das maiores manifestações culturais da Amazônia e desde 2008 passou a ser considerado Patrimônio Cultural do Pará pela Lei Estadual nº 7.112. Além disso, é reconhecido como Patrimônio Cultural do Município de Juruti pela Lei Municipal nº 1.010/2011. O festival consiste na apresentação de um duelo artístico, entre as tribos Munduruku (vermelha e amarela) e Muirapinima (vermelha e azul), com alegorias cênicas, dança, cantos indígenas, entre outros elementos.

 

 

 

 

"Fico feliz com essa oportunidade da gente poder fortalecer a nossa cultura, a nossa identidade, os nossos ancestrais, cuidando para manter as tradições, o orgulho de ser paraense. O Governo do Estado é parceiro dos nossos municípios nessas e em muitas outras ações. Tenho certeza de que essa será mais uma edição de sucesso do nosso festribal." disse a vice-governadora, Hana Ghassan.

 

"É uma honra para nós da Secretaria de Estado de Cultura receber esta noite, às duas tribos, o festival, fazer essa grande divulgação. É parte do patrimônio do Pará, e desde o início dessa gestão, sempre nos esforçamos para estar presente no festival, apoiando diretamente, incentivando através de outros instrumentos, mas acima de tudo fomentando a cultura. E hoje, trazendo para dentro do Theatro da Paz. Muito nos honra poder demonstrar que a nossa cultura é uma cultura ímpar, e fortalecer cada vez mais o nosso compromisso com os povos tradicionais, com a floresta e com cada uma das regiões do nosso estado do Pará, afirma o secretário de Estado de Cultura em exercício, Bruno Chagas.

 

A festividade é uma celebração da cultura e dos costumes indígenas, e também representa a luta dos povos da floresta por valorização e respeito. Por isso, ao longo dessas três décadas, o Festribal movimenta o turismo na região, recebendo turistas de todo Brasil. O festival possui um público de cerca de 5 mil pessoas.

 

"Nós estamos aqui para celebrar os povos originários que estão nos cantos, nas danças, no bater dos pés. Essa noite nós vamos apresentar um pouquinho, 1% do que é a nossa festa para vocês. Espero que todos que estão aqui, ou que estão nos assistindo, que não conhecem o festival, possam sentir um pouco do que nós fazemos em Juruti. Aproveito esse momento para convidá-los para participar com a gente neste ano de 2024, nos dias 1, 2 e 3 de agosto." Conta o secretário de cultura de Juruti, Sebastião Júnior.

 

 


 

 

 

O lançamento também contou com apresentações de ambas as tribos, que levaram uma mensagem de força e alegria ao palco do Theatro da Paz.

 

 

Texto: Juliana Amaral, Ascom Secult




  • Imprimir
  • E-mail