Verão julho

Reforma da Ciretran contempla projeto de combate a incêndio

Sílvia Vieira, Repórter de OEstadoNet - 26/11/2015

Obras de reforma da sede da Ciretran estão atrasadas. -

Aguardada com grande expectativa por servidores e usuários da Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito) de Santarém, a reforma do prédio finalmente iniciou e segue em ritmo acelerado com previsão de conclusão em 90 dias. As obras estão sendo executadas pela empresa Construções e Saneamento LTDA, vencedora da licitação realizada pelo Governo do Estado.

Nessa primeira etapa a obra contempla: forro e climatização da área de atendimento ao público; telhado; revitalização das salas dos servidores (Secretaria, Jurídico, Fiscalização, Análise de documentação de veículos e habilitação, arquivo, direção); revitalização do piso; pintura; construção de banheiros para servidores e usuários, inclusive para portadores de necessidades especiais; parte elétrica; construção de poço artesiano; revitalização da área externa, com a colocação de bloquetes para melhorar as condições do piso onde são realizados os exames práticos de direção; e, implantação de hidrantes e caixas d’água para o projeto de combate a incêndio.

“Nós estamos acompanhando os serviços de perto, inclusive viabilizando a adequação de salas para que os serviços de captura de imagens e confecção de documentos de veículos e CNH não parem. A população merece um espaço digno para o seu atendimento, a reivindicação de reforma do prédio do Detran é justa e vai dar melhores condições de trabalho aos servidores. E agora, além das melhorias na infraestrutura do prédio, também contaremos com o projeto de combate a incêndio, que atende uma recomendação do Ministério Público”, conta Claudiomar Furtado, diretor regional da Ciretran.

Ainda de acordo com Claudiomar, para não atrapalhar os serviços da Ciretran e não colocar em risco a integridade de servidores e usuários, o serviço de forro, por exemplo, só é realizado após o expediente. A sala da Valid, empresa responsável pela biometria e captura de imagens, bem como pela confecção de documentos de veículos e CNH, já está passando por reforma, por isso os serviços foram transferidos para outra sala, nas dependências da própria Ciretran, onde o diretor providenciou com recursos próprios as instalações elétricas para os computadores, a fim de que não houvesse interrupção do atendimento ao público.

“Semana passada tivemos a visita de todo o corpo técnico que envolve engenheiros, também do diretor geral da empresa e o diretor de projetos do Detran-Pa para conversar sobre as obras. Não será necessário alocar os nossos serviços em outro prédio durante os trabalhos de reforma, porque seria um transtorno não só para os servidores quanto para os usuários”, observa Claudiomar.

A primeira etapa da reforma da Ciretran está orçada em R$ 1.322.000,00 com um aditivo de mais de R$ 300 para a implantação do projeto de combate a incêndio.

O posto do Banpará que funciona anexo à Ciretran também será ampliado enquanto acontecem as obras de reforma do prédio. O diretor da Ciretran conversou com a gerência do Banpará sobre a necessidade de ampliação do espaço para melhor atender a demanda, haja vista que os usuários que buscam os serviços da Ciretran não são só de Santarém, eles vêm da maior parte dos municípios do oeste do Pará e após a geração de boletos, buscam o banco para fazer seus pagamentos.

Segundo o diretor da Ciretran, numa segunda etapa serão revitalizadas as salas dos vistoriadores, sala de entrega de documentos de veículos, área interna para a realização de vistoria. “As vistorias hoje são realizadas na área externa do prédio, mas no período chuvoso isso acaba sendo um transtorno para os vistoriadores e para quem busca os serviços. Como nós temos uma área grande, coberta e que está ociosa desde que os veículos apreendidos pelo Detran foram encaminhados ao pátio da VIP Leilões, essa área será revitalizada para recepcionar os serviços de vistoria de veículos”, conclui.

 




  • Imprimir
  • E-mail