Banpara energia solar


Diretor é suspeito de se apropriar de botijões de gás da cozinha de escola em Santarém

Portal OESTADONET - 31/05/2022

Créditos: Imagem ilustrativa

O promotor de Justiça, Diego Belchior Ferreira Santana, titular da 9ª Promotoria de Justiça de Santarém de Direitos Constitucionais e Probidade Administrativa, propôs a instauração de um inquérito civil por ato de hipotética prática de improbidade administrativa contra o servidor público municipal, Marcos José Feitosa Lopes, diretor da escola municipal Nossa Senhora de Aparecida, localizada na comunidade Pedra Branca, no rio Tapajós, em Santarém, no oeste do Pará.

 

Segundo consta no inquérito civil de nº 008935-031/2021, o servidor municipal foi denunciado por suposta apropriação e venda de recargas de botijão de gás recebidas para a utilização na escola Nossa Senhora Aparecida, mas que estaria recebendo apenas duas botijas à escola. 

 

No processo, o promotor menciona que o procedimento foi instaurado para investigar a denúncia de suposto enriquecimento ilícito e lesão ao patrimônio público do município de Santarém pelo servidor no exercício de sua gestão. A denúncia contra o diretor do educandário chegou ao conhecimento do Ministério Público do Estado do Pará (MPPA), por meio do cidadão Udirley Santos de Oliveira, morador da comunidade.

 

Conforme constatado em diligência da Secretaria Municipal de Educação (Semed), em agosto de 2021, o servidor repassou apenas duas botijas e no ano passado, não realizou nenhuma entrega das recargas de gás aos anexos do educandário, apesar de a Semed informar que, mensalmente, repassar quatro botijões ao agente público. Os indícios apontaram que Marcos José Feitosa Lopes estaria vendendo as recargas e se apropriando do valor, já que o material é armazenado em sua residência e não na escola.

 

Segundo apurou a reportagem do Portal OESTADONET, a 9ª PJS já notificou tanto o diretor quanto as demais partes envolvidas nos autos do processo. 

 

No último dia 24, o promotor encaminhou cópia para a comissão de processo administrativo disciplinar da Prefeitura Municipal de Santarém, após a instauração e regularização do procedimento contra o servidor municipal. O próprio diretor também já foi notificado para apresentar informações e suas justificativas.




  • Imprimir
  • E-mail